Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/02/2013 11:02

CPI do Tráfico de Pessoas quer intensificar investigações na Bahia

Ivan Richard, Agência Brasil

Brasília - Na volta aos trabalhos, na próxima quarta-feira (6), depois do recesso parlamentar, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Pessoas da Câmara vai intensificar as investigações no estado da Bahia. Para o presidente da comissão, deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), o estado virou “um fornecedor de matéria-prima humana para exploração”.

A intenção, segundo Jordy, é fazer uma série de reuniões da comissão no estado tendo como ponto de partida o depoimento do casal preso semana passada, pela Polícia Federal, em Salvador, acusado de enviar garotas à Europa para exploração sexual. O requerimento será colocado em votação na próxima quarta-feira. “Tínhamos uma convicção sólida na CPI de que, no estado da Bahia, várias organizações criminosas estavam atuando”, disse Jordy à Agência Brasil.

Segundo ele, depois do episódio da doação ilegal de crianças no município baiano de Monte Santo, outras denúncias chegaram ao colegiado. “Essa prática do tráfico de pessoas na Bahia vai além do que poderia parecer, como apenas um episódio isolado”, frisou o deputado. “Não há uma única rede [de tráfico de pessoas], mas tudo isso é um mercado humano”, completou.

De acordo com a PF, o casal preso em Salvador convencia jovens baianas a trabalhar em casas de show nas cidades espanholas de Salamanca e Ávila. Cinco brasileiras foram libertadas com a descoberta da quadrilha e estão sob custódia das autoridades da Espanha.

Edição: Talita Cavalcante

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)