Cassilândia, Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2021

Últimas Notícias

16/12/2020 17:00

Covid: com 95% dos leitos ocupados, Secretário diz que apenas morte libera vagas

Com Saúde em colapso por conta da pandemia do coronavírus, secretário pediu, mais uma vez, a colaboração dos moradores

Midiamax
Covid: com 95% dos leitos ocupados, Secretário diz que apenas morte libera vagas

Com a taxa de ocupação dos leitos chegando ao limite, com 95% dos leitos ocupados, o secretario de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, alertou a população e disse que vagas para UTIs surgem apenas com as mortes dos pacientes internados que atualmente ocupam os leitos.

O secretário se mostrou bastante preocupado em live para detalhes boletim epidemiológico desta quarta-feira (16). Resende comentou que MS chegou na capacidade máxima de ocupação nos leitos e que muitas pessoas seguem esperando leitos de UTI em setores ‘improvisados’.

“Muitas pessoas estão internadas na ala vermelha dos hospitais, aguardando o leito ser aberto, aguardando inclusive a remoção de quem veio a óbito. Esse é o quadro. Há muitas pessoas em leitos clínicos, mas intubados, em chamados leitos semi-intensivos para aguardar vaga no leito de UTI”, disse o secretário, pontuando que só surgem vagas nos leitos se pacientes se recuperarem ou morrerem.

Vale lembrar que a rede hospitalar ganhou 10 novos leitos de UTI (Unidade de Terapia de Internação), mas que a taxa de ocupação segue ‘no limite’, com os 95%. Assim, restam 24 vagas no município.

Apesar do aumento de leitos, Campo Grande segue com a pior taxa de ocupação em UTIs entre as capitais do país. Outras que estão em situação crítica são Rio de Janeiro (93%), Curitiba (91%), Florianópolis (90%) e Porto Alegre (89,5%).

Conforme dados informados por 10 hospitais, o município possui 484 leitos críticos, sendo que há 460 pacientes internados em UTI. Desse total, 213 estão diagnosticados com Covid-19.

Quase 2 mil mortes
Mato Grosso do Sul já soma 116.612 casos confirmados de Covid-19, com 1.981 registros nesta quarta-feira (16). Foram registrados 11 novas mortes, conforme o boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado diariamente pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

 

Com base nos números, a média móvel no Estado foi calculada em 1.151,9 casos por dia, nos últimos 7 dias. O boletim traz que nas últimas 24 horas foram registrados 11 óbitos, elevando o total de vítimas fatais em MS para 1.978 e a média móvel em 15,4 óbitos por dia, nos últimos 7 dias, além de taxa de letalidade de 1,7%.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 26 de Fevereiro de 2021
Quinta, 25 de Fevereiro de 2021
Quarta, 24 de Fevereiro de 2021
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)