Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/04/2005 13:09

Cotas para pesca profissional só depois de cadastramento

Thaísa Bueno / Campo Grande News

O secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, José Elias, disse que só vai analisar o projeto para instituir a cota para pesca profissional nos rios de Mato Grosso do Sul depois que for concluído, no dia 31, a segunda etapa do recadastramento de pescadores. O projeto integra uma parceria com o governo de Mato Grosso, para harmonizar as leis pesqueiras nos dois Estados. Hoje no Estado vizinho a cota para pesca profissional é de 100 quilos por semana. “Vamos estudar esse projeto depois que soubermos com precisão quantos pescadores profissionais temos e analisar a capacidade dos nossos rios”, comentou. De acordo com o superintendente de pesca no Estado, Thomaz Lipparelli, o governo cogita, inclusive, a criação de um sistema de zoneamento das bacias pesqueiras. “Temos de fazer isso antes que tenhamos de fechar a pesca definitivamente”, argumenta. Outro ponto que será reavaliado quando o cadastro de pescadores estiver regularizado é a liberação da pesca com anzol de galhos, autorizada este ano depois de muita pressão a uma cota de 20 anzóis por pescador. “Queremos encontrar uma alternativa compensatória para banir a prática nos nossos rios”, defende o secretário, que espera reduzir a 1,5 mil o número de pescadores nos rios estaduais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)