Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/07/2014 13:18

Costa Rica e mais 14 cidades não registraram nenhum assassinato em 2012

Campo Grande News

O Mapa da Violência mostra que quinze cidades de Mato Grosso do Sul registraram zero homicídio no ano de 2012. Em Vicentina, a 255 km de Campo Grande, foram quatro anos, de 2008 a 2012, sem crime doloso contra a vida.

“Realmente procede. Foram vários anos sem nenhum homicídio doloso. Não tem tantos crimes violentos se comparado a grandes centros”, afirma a delegada Ana Scarpelli de Andrade, que assumiu o comando da Polícia Civil da cidade em abril deste ano.

De acordo com ela, a maioria dos crimes registrados no município é contra o patrimônio. Nesse ano, foi um assassinato. No dia 6 de maio, um homem de 25 anos foi morto a tiros.

Em Pedro Gomes, a 309 km de Campo Grande, 2012 também foi sem homicídios. “É bem pacato mesmo”, afirma o delegado José Roberto de Oliveira Júnior, que ocupa o cargo há três meses.

Segundo ele, em 2013 foram dois homicídios em um único episódio. Neste ano, houve um assassinato. Conforme o delegado, há ocorrências de furto e muitos registros de pertubação do sossego devido ao som alto e ameaça.

Já os casos de violência doméstica reduziram. O delegado conta que adotou estilo linha dura. Com pedido de prisão mesmo se réu primário e fianças com valores altos. No caso de furto, evita aplicar o princípio da insignificância. “Numa cidade pequena, se não for linha dura, acaba virando o caos”, afirma.

As cidades que aparecem com zero homicídio em 2012 são: Batayporã, Brasilândia, Costa Rica, Dois Irmão do Buriti, Bandeirantes, Caracol, Corguinho, Douradina, Figueirão, Glória de Dourados, Jateí, Pedro Gomes, Santa Rita do Pardo, Taquarussu e Vicentina.

De acordo com o levantamento, no ano de 2012 não foi registrado nenhum homicídio em 2.002 dos 5.565 municípios do País, portanto, 36% das localidades.

Top cem – Na contramão, quatro cidades de Mato Grosso do Sul aparecem na lista dos cem municípios mais violentos do Brasil. Paranhos, na fronteira com o Paraguai, é o nono no ranking nacional. A taxa foi 118,4 assassinatos por cem mil habitantes no ano de 2012.

Sete Quedas ocupa a 18ª posição (taxa de 102,3); Coronel Sapucaia, que traz no histórico o título de mais violenta do País, está em 22º lugar, com taxa de 98,2; e Mundo Novo na 89ª posição (taxa de 69,6).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)