Cassilândia, Quarta-feira, 25 de Abril de 2018

Últimas Notícias

12/11/2017 11:00

Corrida diminui os riscos de câncer de mama

Gazeta Esportiva

 

O câncer de mama é um dos que mais mata mulheres no Brasil e no mundo. Em 2016, foram registrados 58 mil casos no País. Pensando nisso, criou-se a campanha “Outubro Rosa”, com a intenção de deixar as mulheres mais bem informadas em relação à prevenção da doença.

Assim como na maior parte das doenças crônicas, a prevenção do câncer de mama pode estar relacionada com a prática da atividade física e o sedentarismo. Um estudo apresentado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) comprovou que cerca de 25% dos casos de câncer de mama e de cólon poderiam ser evitados se os pacientes praticassem exercícios físicos.

Gabriela Sanches, embaixadora da HOKA ONE ONE Brasil e educadora física, explica que a prática de atividade física para as mulheres regula o ganho de massa óssea, de massa muscular e o metabolismo, além da prevenção contra doenças mais graves. “As atividades físicas na vida das mulheres reduzem muito a utilização de remédios para ansiedade, depressão e pânico, graças ao bem-estar que elas proporcionam e à liberação de hormônios que fazem a regulação do organismo. O exercício físico melhora a autoestima da mulher, o sono, o humor, regula o peso e, com isso, evita doenças”, explica a professora de aulas de funcional e corrida.

Gabriela conta também que os exercícios ajudam a reduzir os efeitos negativos do período menstrual, como a ansiedade e a vontade de comer doces, pois após o exercício liberamos dopamina e endorfina. “A atividade física promove o equilíbrio dos níveis de hormônios, reduz o tempo de trânsito gastrointestinal, fortalece as defesas do corpo e ajuda a manter o peso corporal adequado. Com isso, contribui para prevenir contra alguns tipos de câncer, inclusive o de mama”, diz.

Quanto a prática da corrida pelas mulheres, elas têm mais tendência a desenvolver lesões nos joelhos por aspecto de anatomia, mas nada muito grave. Gabriela recomenda apenas tomar cuidado na prescrição e dosagem dos treinos. “Não existe muita diferença entre mulher e homem. Mulheres também ganham massa muscular, porém existe uma dificuldade maior por conta dos hormônios femininos. O ganho para elas geralmente é mais lento, por uma questão hormonal. Na corrida, temos que respeitar sempre a individualidade biológica de cada indivíduo e manter uma regularidade para que as práticas se tornem efetivas”, finaliza a também corredora.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 25 de Abril de 2018
Terça, 24 de Abril de 2018
Segunda, 23 de Abril de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)