Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/11/2011 18:53

Corrida de São Silvestre define percurso

Christiane Teixeira

As inscrições para a tradicional Corrida Internacional de São Silvestre continuam abertas no site oficial da prova (www.saosilvestre.com.br). A segunda das quatro fases de inscrição, que corresponde a dois quartos do previsto de inscritos, já foi atingida. Em sua 87ª edição, a prova terá um total de 25 mil corredores para o percurso de 15 quilômetros pelas ruas de São Paulo.



A partir deste ano, a chegada será no Obelisco, ao lado do Parque do Ibirapuera e não mais no prédio da Fundação Cásper Líbero. Os atletas cruzarão a Avenida Paulista pela Avenida Brigadeiro Luiz Antônio e finalizarão o percurso em frente ao Mausoléu dos Revolucionários de 1932, local onde se encontram depositados os restos mortais de Cásper Libero e onde haverá, a partir deste ano, um evento em homenagem ao idealizador da Corrida Internacional de São Silvestre.



Segundo a organização da prova, houve uma necessidade técnica para a mudança. “Os eventos na Paulista chegaram ao seu limite de capacidade física, é impossível manter a chegada da Corrida na Paulista junto com o inicio do Reveillón e manter todos os serviços ativos como hidratação, devolução de chip, entrega de lanches e medalhas e área de apoio a equipes”, explica Julio Deodoro, Diretor Geral da Corrida de São Silvestre.



A mudança proporcionará uma facilidade de deslocamento para todos os corredores participantes e permitirá que a entrega das medalhas de participação volte a ser feita após a prova, já que a área de dispersão também será maior. “São anos de estudo e reuniões para chegar a esta decisão. Segurança e conforto devem ser considerados como premissas”, finaliza Julio.



Mudanças do percurso



Realizada anualmente no dia 31 de dezembro, a Corrida de São Silvestre sofreu alterações em outras dez oportunidades ao longo de sua história (seja em relação à horário, percurso ou número de inscritos), sempre com a finalidade de adaptação ao crescimento e às necessidades de uma grande metrópole, como São Paulo. Para a organização da prova, a mudança beneficiará os atletas, que terão mais segurança no novo local de encerramento da corrida e um maior espaço para dispersão, além de passarem a contar com melhores condições de recuperação e atendimento na chegada.



Julio Deodoro acredita que as corridas devem se adaptar às necessidades das cidades sem perder o nível técnico e a tradição. “Algumas maratonas do calendário mundial têm subidas e descidas no percurso muito mais acentuadas que a da Corrida de São Silvestre. Boston (EUA) é um exemplo disso e tem mais de 40.000 pessoas”, conta o diretor.



“A São Silvestre tem e terá um percurso equilibrado que atenda a todas as normas técnicas da IAAF e da AIMS”, confirmou Rodolfo Eichler, único medidor nível A da autoridade máxima do atletismo mundial (IAAF) no Brasil. Para técnicos e treinadores de elite como Moacir Marconi ‘Coquinho’ os atletas conseguirão se adaptar as novas características da prova. “O treinador e o atleta têm que estudar o percurso e trabalhar dentro do melhor programa para sua corrida”, afirma Moacir Marconi, o Coquinho.



A organização da prova acredita também que a mudança permitirá que a São Silvestre cresça cada vez mais. “A cada edição o número de participantes vem aumentando e a chegada no Ibirapuera vai permitir que a prova cresça tanto em quantidade quanto em qualidade. E nossa projeção é que em 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil, quando a São Silvestre completará 90 anos de realização ininterrupta teremos um numero recorde de 40.000 participantes e até mais”, sentencia Júlio Deodoro, que prevê um crescimento gradativo até lá. E garante que a grande e mais importante tradição: “que é 31 de dezembro, dia de São Silvestre, que dá nome à mais importante prova pedestre da América Latina, não muda e não mudará”.



Para que a tradição do percurso com algumas das principais vias da cidade - como Paulista, Rio Branco, Ipiranga, São João, Conselheiro Crispiniano, Praça Ramos de Azevedo, Viaduto do Chá, Largo do Paissandu e Libero Badaró - possa ser mantida e a entrega da medalha seja feita após a prova, assim como haja hidratação, lanche e dispersão mais seguras, outros ajustes estão sendo estudados, a pedido da Fundação Cásper Líbero, e serão divulgados em breve.



Serviços disponíveis aos atletas



Assim como acontece nas Maratonas de Nova Iorque e de São Paulo e na Meia Maratona do Rio, ônibus gratuitos levarão os volumes dos atletas do local da largada à chegada. “Os ônibus levarão os pertences dos atletas da Paulista ao Ibirapuera, em um trajeto de três quilômetros, oferecendo maior comodidade aos participantes. É uma operação padrão e muito comum”, afirma Julio Deodoro.



Haverá três dias de entrega de kit (Rua Abílio Soares, 1300). O processo será totalmente informatizado. Além disso, a Expo São Silvestre oferecerá produtos e serviços relacionados ao mundo da corrida.



Cada atleta inscrito receberá, no kit, número de peito, chip de cronometragem descartável, manual eletrônico e brindes dos patrocinadores, como camiseta em poliamida, squeeze, suplementos, entre outros.



Durante a prova, haverá nove postos de água, isotônico, grande estrutura de apoio médico e orientação. A estrutura do evento segue respeitando um padrão internacional, com áreas de dispersão espaçosas, de apoio às equipes e guarda-volume móvel.



Todos que completarem o percurso receberão uma medalha de participação e poderão baixar, no site do evento, após a publicação do resultado oficial, o certificado eletrônico de conclusão, fotos e vídeos gratuitos da chegada.



A competição terá os seguintes horários de largada:

- 15 horas - Cadeirantes

- 15h10min - Atletas com deficiência

- 17h10min - Elite Feminina A e B

- 17h30min - Elite Masculina e demais corredores



Como foi no ano passado



Em 2010, o brasileiro Marílson Gomes dos Santos levou o tricampeonato da São Silvestre com o tempo de 44min07. Os quenianos Barnabas Kiplagat Kosgei (44min49) e James Kwambai (45min15) completaram o pódio. No feminino, a queniana Alice Timbilili bateu o recorde da prova com 50min19s.



Resultados:



Masculino:

1 - Marílson Gomes dos Santos (BM&FBovespa) - 44min02s

2 - Barnabas Kiplagat Kosgei (Quênia-Fila) - 44min50s

3 - James Kwambai (QUE- Nike) - 45min16s

4 - Giovani dos Santos (Pé de Vento/Grancursos) - 45min35s

5 - Emmanuel Kipkemmei Bett (Quênia-Luasa) - 45min42s

6 - Diego Alberto Colorado (Colômbia) - 45min48s

7 - Mathew Kiptoo Cheboi (Quênia-Fila) - 45min58s

8 - Mark Korir (Quênia-Fila) - 45min59s

9 - Anoé dos Santos Dias (Artrop Industrial) - 46min06s

10 - Cosme Anselmo de Souza (Marinha do Brasil) - 46min09s



Feminino:

1 - Alice Timbilili (Quênia-Nike) - 50min19s

2 - Simone Alves da Silva (BM&FBovespa) - 50min25s

3 - Eunice Kirwa (Quênia-Fila) - 51min42s

4- Cruz Nonata da Silva (BM&FBovespa) - 51min51s

5 - Diana Judith Andrade (Equador-Gatorade) - 52min36s

6 - Fabiana Cristine da Silva (BM&FBovespa) - 53min20s

7 - Marily dos Santos (Mizuno/Multi) - 53min43s

8 - Chemtai Rionotukei (Quênia-Luasa) - 53min56s

9 - Sueli Pereira Silva (Eja Jo-Grancursos) - 54min10s

10 - Maurine Jelagat Kipchumba (Quênia) - 54min28s



Cadeirantes

1 - Fernando Aranha Rocha - 46min20s

2 - Jaciel Antonio Paulino (Addfila Fast Wheels) - 46min24s

3 - Carlos Neves de Souza (Addfila Fast Wheels) - 50min31s


Mais informações podem ser obtidas no site da prova: www.saosilvestre.com.br.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)