Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/06/2012 16:51

Correios passam a atender solicitação de seguro DPVAT a partir de 2ª feira

Paula Maciulevicius, Campo Grande News

As agências dos Correios passam a receber, a partir de segunda-feira, pedidos de DPVAT, o seguro que pode ser acionado por vítimas de acidentes de trânsito que tiveram invalidez permanente ou um familiar morto, para reembolso de despesas médicas.

A solicitação é gratuita e toda pessoa que sofrer acidente em território nacional, seja pedestre, motorista ou passageiro, tem direito ao seguro. Basta procurar uma seguradora conveniada.

Além de Mato Grosso do Sul, as agências dos Correios dos estados da Paraíba, Mato Grosso e Rio Grande do Norte também recebem o projeto, que já está implantado nos Correios do Ceará, Maranhão e Piauí desde 2011.

Com a ampliação da rede de atendimento do seguro DPVAT no Estado, 78 municípios serão atendidos. Os novos locais se somarão aos mais de 2 mil pontos de atendimento oficiais do seguro DPVAT presentes pelo Brasil.

Na fase de preparação do projeto, a equipe dos Correios recebeu treinamento para atender às vítimas de acidentes de trânsito, informando sobre os casos que são indenizados e reembolsados pelo seguro, documentos necessários, valores, prazos e coberturas.

Procedimento - Ao dar entrada no pedido do seguro DPVAT, as vítimas ou seus beneficiários recebem um comprovante da respectiva solicitação, enviada à Seguradora Líder DPVAT, responsável pela administração e pagamento do seguro.

Para dar entrada no pedido de indenização nos Correios, o solicitante pode se informar sobre a documentação necessária pelo telefone 0800 022 12 04 ou pelo site www.dpvatsegurodotransito.com.br. Lembrando que o prazo para o pedido da indenização é de até três anos, a contar da data do acidente.

Após 30 dias da data da entrega da documentação solicitada, o pagamento das indenizações é feito por meio de crédito em conta corrente ou conta poupança da vítima ou de seus beneficiários. Os valores indenizados são de R$13,5 mil no caso de morte; até R$13,5 mil para invalidez permanente, variando conforme o grau e até R$2,7 mil para despesas médicas e hospitalares, dependendo dos gastos comprovados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)