Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

25/02/2008 18:57

Correios ajuda a encontrar crianças desaparecidas

Correios

Os telegramas agora têm mais uma razão para serem lidos com toda a atenção: exibem sempre três fotos de crianças desaparecidas.

Os Correios entraram em julho do ano passado na campanha de busca por menores desaparecidos. Os 15 milhões de telegramas que a Empresa distribui em média por ano, agora trazem fotos de crianças e adolescentes desaparecidos em todo o Brasil.

Os novos formulários de telegrama dos Correios entraram em circulação em outubro e desde então foram publicadas fotos de 44 crianças — 11 por mês. Em cada correspondência são três imagens em tamanho 3x4 escolhidas de acordo com a região — duas de crianças e adolescentes desaparecidos na região de destino do telegrama e a terceira, de circulação nacional.

Inicialmente, os Correios afixaram uma etiqueta adesiva com a identificação de três menores, a idade deles e a cidade em que desapareceram, junto ao apelo de “Ajude a encontrá-los” e o telefone para denúncia. Com a emissão de um novo estoque de formulários produzidos pela empresa a partir desse ano, as fotos passarão a ser impressas diretamente nos modelos de telegrama.

A identificação futura de adultos nos formulários dos telegramas não está descartada, porém a prioridade por menores de idade baseia-se nas suspeitas de muitos casos se tratarem de seqüestros.

Essa campanha integra um conjunto de ações que vêm sendo estabelecidas entre os Correios e a Secretaria Especial dos Direitos Humanos (SEDH) / Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e visa fortalecer medidas em defesa dos direitos humanos.



Estatísticas



Embora não existam dados consolidados que traduzam a exata dimensão do problema, estima-se que no Brasil cerca de 40 mil crianças e adolescentes desapareçam por ano, sendo que 25% dos casos são registrados apenas no estado de São Paulo. Ainda que a maioria desses casos seja solucionada nas primeiras 48 horas, existe um percentual significativo, entre 10 e 15%, de crianças e adolescentes que permanecem desaparecidos por longos períodos de tempo e, às vezes, jamais são reencontrados.

Hoje, há 1.085 casos de desaparecimentos registrados no cadastro da Rede Nacional para Identificação e Localização de Crianças Desaparecidas, sendo que 74% correspondem a vítimas com 12 a 18 anos, 15% a desaparecidos na faixa etária de 7 a 11 anos e 11% ao sumiço de crianças entre 0 e 6 anos.

Através da campanha, a empresa espera auxiliar na localização desses menores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)