Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

14/10/2012 13:32

Corredores quenianos dominam Volta das Nações mais uma vez

Elverson Cardozo e Mariana Lopes, Campo Grande News

Os campeões da 4ª edição da meia-maratona da Volta das Nações, nas categorias masculino e feminino, são quenianos, que tem dominado a prova nos últimos anos. O evento, que reuniu competidores de todo o Brasil e do exterior, aconteceu na manhã deste domingo (14), em Campo Grande.

A estimativa da organização é de que 30 mil pessoas, entre participantes da corrida e público assistindo, tenham ido ao entorno do Parque das Nações Indígenas, onde a disputa aconteceu.

Na categoria 21 quilômetros, o maior trajeto - que pontua para o ranking nacional e internacional de corrida de rua -, o vencedor foi o queniano Mark Korir, de 24 anos, que fez o percurso total em 1 hora, 5 minutos e 22 segundos.

Com o título, ele se tornou bicampeão na competição, superando a marca do ano passado. Em 2011, Mark fez o mesmo percurso em 1 hora e 7 minutos.

A segunda posição também foi conquista por um queniano. Barnabá Kiplogat Korgri percorreu 21 quilômetros em 1 hora, 5 minutos e 59 segundos. O terceiro lugar foi para o etíope Sikre Assefa Robi.

Na categoria feminina, a vencedora foi a queniana Seurey Jane Jelagat Seur, de 26 anos, que participa de corridas há 4 anos. Hoje, Seurey percorreu os 21 quilômetros em 1 hora e 21 minutos.

A segunda colocada foi a brasileira Tatiana Rodrigues Fernandes, que terminou a prova em 1 hora e 32 minutos. Por 1 minuto de diferença, Roseli Mateus ficou em terceiro lugar.

Outras categorias - Nos 10 quilômetros gerais, na disputa amadora, Juvenil de Souza, Cleberson Escobar Aguirre e Genivaldo Nunes conquistaram as primeiras posições.

No feminino, Maria Benites Brum, Mariuza Benites Brum Danke e Luzia Gana da Silva alcançaram o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.


Corrida reuniu teve 24 mil inscritos, segundo Fiems. (Foto: Pedro Peralta)
Dos três participantes que disputaram na categoria cadeirantes, apenas 2 terminaram a prova: Jocial Paulino, de 35 anos, que percorreu 10 quilômetros em 1 hora e 3 minutos e Carlos Neves, de 37 anos, que fez o percurso em 1 hora e 20.

Com o resultado, o primeiro colocado, que já havia participado da corrida em 2011, tornou-se bicampeão.

Na categoria deficiente visuais venceram Alex Cavalcante Mendonça (1 hora e 17 minutos), Yeltsin Jacques (1 hora e 18 minutos) e Adirson Henrique Rodrigues da Costa (1 hora e 27 minutos).

Fabiana Salgueiro Cardoso, de 32 anos e Andreia Matos, de 35 anos, eram as únicas participantes nesta disputa. A primeira terminou a prova em 2 horas e 8 minutos. Andreia terminou o trajeto em 2 horas e 25 minutos.

Caminhada – A Volta das Nações reuniu não apenas competidores, mas famílias inteiras que deixaram a preguiça do domingo de lado e foram se exercitar.

Patrícia Souza Santos, de 29 anos, acompanhou o marido, que resolveu participar da prova correndo 10 quilômetros. Ela, com a filha de 2 meses no carrinho, preferiu caminhar ao lado da irmã, Sandra Souza, de 36 anos.

Corrida – A competição começou às 7h, com a largada dos atletas das categorias cadeirante e deficiente visual. Vinte minutos depois saíram os as categorias elite e indústria feminino.


Caminhada foi feita em família. (Foto: Pedro Peralta)
Às 7h45, foi a vez da largada do masculino, dos participantes da corrida de 10 km e da caminhada de 7 km.

Segundo a Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), uma das organizadoras, 24 mil pessoas se inscreveram no evento. O presidente da entidade, Sérgio Longen, disse que a edição deste ano superou as expectativas e, de tanta procura, a organização teve de encerrar os cadastramentos para não ultrapassar o limite de participantes.


Longen afirmou ainda que a Volta das Nações já entrou para o circuito de corridas de rua do país e que o sucesso do evento tem reflexo na quantidade de participantes de fora que vem à Campo Grande. “Isso dá visibilidade para o nosso Estado”, finalizou.

A volta das Nações envolveu cerca de 1,5 mil pessoas na organização, incluindo homens do Exército, PM (Polícia Militar), Corpo de Bombeiros, Ciptran (Companhia Independente de Policiamento Militar de Trânsito) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)