Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

03/01/2010 02:20

Corpo de Bombeiros alerta para risco de afogamento

MS Notícias

O Corpo de Bombeiros alerta para risco de afogamento neste período de férias, em que centenas de famílias procuram piscinas, rios, represas e balneários. Confira algumas dicas para evitar acidentes, principalmente com as crianças em que a atenção deve ser redobrada.

O major do Corpo de Bombeiros Francimar Vieira da Costa alerta a população para que tome medidas básicas para evitar acidentes. “A primeira orientação é evitar a ingestão de bebidas alcoólicas. As pessoas devem se alimentar e esperar um tempo para entrar na água”, explicou.

Brincadeiras como “caldos” ou “trotes” devem ser evitados porque a profundidade de um rio ou de uma piscina pode ser pequena e saltos podem machucar ou contribuir para um possível afogamento. “Antes de pular ou saltar em rios, lagos ou represas é preciso checar a profundidade do local e ver se não tem buracos ou pedras”, alertou.



Outra dica do Corpo de Bombeiros é que a pessoa tenha noção da sua capacidade física e consciência de que realmente sabe nadar. “Às vezes a pessoa até sabe nadar, mas ao tomar banho em rios com correntezas fortes pode correr o risco de cansar e afogar”, disse.

Em rios o risco é maior por causa da força da correnteza e também pela profundidade. A dica é que crianças entrem só em rios rasos e acompanhados de responsáveis maiores de idade e que saibam nadar. Os pequenos também devem estar equipados com bóias ou flutuadores que garantam ainda mais a segurança. Também é importante não sair das margens do rio, onde é mais seguro. A orientação vale também para balneários.

O Corpo de Bombeiros também orienta para que a população utilize clubes ou balneários com o certificado de vistoria dos Bombeiros em dia. “Para garantir o alvará de funcionamento, estes pontos comerciais precisam contar com pelo menos dois salva-vidas, dois coletes e duas bóias”, justificou.

Providências

Major Francimar lembra que em casos de afogamento, quando não há um salva-vidas por perto, é preciso manter a calma e tomar algumas providências. “É preciso alguém que saiba nadar e ter boa resistência física, além de outra pessoa para auxiliar. Nestes casos as pessoas podem utilizar alguns meios como bóias, cordas e pedaços de madeira”, orientou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Quarta, 21 de Junho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)