Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/06/2007 13:47

Coronel Ivan nega crime e critica divulgação de escuta

Maristela Brunetto/Campo Grande News

O deputado estadual José Ivan de Almeida (PSB), o coronel Ivan, divulgou a nota prometida por sua assessoria onde comenta a divulgação de interceptação telefônica da Polícia Federal na qual fala sobre exploração de máquinas caça-níqueis. O parlamentar não estava na abertura da sessão esta manhã, a primeira após seu nome aparecer em meio às investigações da operação Xeque-Mate. O deputado ainda não é investigado porque tem foro privilegiado e a PF precisa de autorização da Justiça Federal.

Na nota, de quatro parágrafos, o ex-comandante da Polícia Militar nega a prática de crime. Ele classifica de “pinçados” os diálogos que travou com Ary Portugal, um dos presos pela PF acusado de comandar esquema de caça-níqueis. A forma de exposição ocorreu, conforme ele, em “contexto diverso daquele que se pretende fazer crer não podem servir de prova suficiente para a execração pública de quem sequer foi oficialmente comunicado para prestar esclarecimentos a quem de direito”.

O militar segue dizendo que dedicou grande parte de sua vida ao serviço público. “...e o fiz, como de fato o faço, de forma ética transparente e sem qualquer mácula. Não é justo e tampouco legal que uma frase editada por interceptação telefônica sem a necessária compreensão de seu contexto seja utilizada como forma de condenação antecipada contra quem sequer teve o direito de ser ouvido”.

O deputado diz estar à disposição para prestar esclarecimentos e diz que não vai debater ou polemizar com a impresa sobre os fatos “posto que não é o foro adequado para dirimir conflitos desta natureza”. Ao fim da nota, diz acreditar no “devido processo legal e ampla defesa, garantias constitucionalmente reservadas a todos os cidadãos”. Através destas prerrogativas, encerra, provará a inocência, “posto que, reafirmo, não cometi crime algum”.

A Corregedoria da Assembléia informou hoje que espera até quinta-feira as justificativas do parlamentar.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)