Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/05/2014 10:24

Corinthians reúne ex-jogadores e testa Itaquerão para a Copa

Carla Maciel, Agência Brasil
Rivellino, campeão mundial na Copa de 1970, marcou o primeiro gol na festa de abertura do Itaquerão – Foto DivulgaçãoRivellino, campeão mundial na Copa de 1970, marcou o primeiro gol na festa de abertura do Itaquerão – Foto Divulgação

 

O Corinthians fez hoje (10) um evento teste para a Copa 2014 no estádio Itaquerão, que vai sediar o jogo de abertura do Campeonato Mundial. Uma partida festiva entre ex-jogadores do clube reuniu 20 mil pessoas no Estádio da zona leste da capital paulista.


A primeira partida oficial será dia 18, com Corinthians e Figueirense, válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A arena deve ser entregue à Federação Internacional de Futebol (Fifa) no dia 25 deste mês. As arquibancadas provisórias, sob responsabilidade do clube, ainda não foram concluídas.

Pelo menos 100 corinthianos permaneceram durante todo o evento do lado de fora do estádio, porque não conseguiram comprar os ingressos, oferecidos apenas para os sócios da categoria Fiel Torcedor.

O encarregado operacional Vilson Santana, 48 anos, reclamou da destinação de ingressos só para os sócios. “A compra de ingressos é quase por milagre. Muito difícil conseguir. Sai de casa na convicção de que não conseguiria entrar, para ser Fiel Torcedor tem que ser de elite”, criticou.

A dona de casa Adriana Burgugi, 37 anos, mora a dez minutos a pé do estádio e trouxe toda a família, o marido e os três filhos, para passear no entorno do Itaquerão, pois não conseguiu comprar ingressos. “Só soubemos ontem à tarde e não tinha mais, disse.

Apesar de morar pertinho da arena, eles não conseguirão ingressos para assistir aos jogos da Copa. “Muito caro. Vamos vir aqui, ficar rondando. Tirar foto, pelo menos para dizer que estivemos aqui”, brincou Adriana.

Antes do início do primeiro jogo, quando muitas pessoas esperavam na porta, alguns torcedores sem ingresso conseguiram entrar, mas não ficaram nas arquibancadas. Foi o caso do representante comercial Hélio Brito, 53 anos, que entrou com os dois sobrinhos.

“Cheguei bem cedo, estava uma muvuca e eles liberaram sem apresentar o bilhete de entrada. Conseguimos entrar por falta de organização”, avaliou. Após tirar algumas fotos, os corinthianos deixaram o estádio.

Quem conseguiu entrar ficou orgulhoso do que viu. “Achei tudo muito organizado. O acesso foi simples. Os banheiros são amplos, achei muito bom. Só a parte de alimentação que achei confusa, porque os próprios funcionários não sabiam direito o que fazer”, disse o montador de automóvel Ricardo Petruci, 37 anos.

O administrador Júlio César também gostou do primeiro jogo do time com a presença da torcida no Itaquerão. “Foi um sonho realizado. Chegamos um pouco atrasados, mas o acesso foi tranquilo”, relatou. Ele reclamou apenas da falta de lixeiras no banheiro.

Muitos torcedores utilizaram o metrô e o trem para se deslocar ao estádio. O casal Sílvia Custódio, 60 anos, e Roberto Souza, 69 anos, aproveitou a vinda de Franca, interior paulista, para visitar parentes na capital, e foi conhecer o estádio da Copa.

“A gente nem sabia que estava tendo isso aqui. Pensávamos que conseguiríamos entrar, mas não deu”, disse Sílvia. Para evitar tumulto nas estações, foi feita uma ação integrada pela companhia de trens, do metrô e a Polícia Militar.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)