Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/06/2006 08:58

Copa: Veja o que vai acontecer no jogo das 11 horas

Federação Paulista de Futebol

Alemanha e Argentina fazem nesta sexta-feira, pelas quartas-de-final da Copa do Mundo, um dos confrontos de maior rivalidade na história dos Mundiais. O jogo, que acontece no estádio Olímpico de Berlim, às 12h (horário de Brasília), é o quinto entre as equipes em Copas. Porém, são as duas últimas partidas que realmente chamam a atenção, quando decidiram as edições de 86 e 90 do Mundial.

Em 1986, a Argentina levou a melhor na final da Copa do Mundo do México com direito a show de Maradona. Os sul-americanos venceram a Alemanha, por 3 a 2, com gol de Burruchaga no finalzinho da partida, garantindo o segundo título mundial para a equipe.

O troco dos alemães veio quatro anos depois, na Itália. Novamente Alemanha e Argentina protagonizaram a final do Mundial e, com um gol marcado por Andreas Brehme em um pênalti duvidoso, os europeus levantaram a taça do tricampeonato em uma competição marcada pelo baixo nível técnico.

Este ano a situação é diferente. O encontro que abre as quartas-de-final da Copa envolve duas das equipes com o melhor ataque na competição, ao lado do Brasil. Com 10 gols marcados de cada lado, o ataque das equipes colecionam destaques individuais e coletivos. Enquanto os anfitriões do Mundial contam com o artilheiro do torneio, o atacante Miroslav Klose com quatro gols, é dos argentinos a maior goleada da Copa. Os sul-americanos marcaram seis vezes contra a seleção de Sérvia e Montenegro, em jogo válido pela primeira fase.

E é justamente com esta postura ofensiva que o técnico Jürgen Klinsmann irá apostar para vencer a partida, mesmo correndo o risco de receber críticas, no caso de um insucesso. "Se nós perdemos, vai começar a discussão sobre se não deveríamos ter adotado um pouco mais de cautela. Por isso é importante que nós cheguemos à final."

O treinador foi muito questionado antes do Mundial por essa valorização do ataque, deixando de lado o futebol defensivo que fez da Alemanha tricampeã mundial. Porém, com a série de quatro vitórias consecutivas a confiança dos alemães cresceu. Os números comprovam: uma semana antes da Copa, pesquisas indicavam que somente 10% da população acreditava em uma vitória da seleção, agora 87% acreditam em um triunfo contra a Argentina e 53% no tetracampeonato.

A confiança não fica só entre os torcedores, tanto que sobrou espaço até para provocações dos jogadores. "Os argentinos formam um time forte e eram um dos favoritos ao título, antes do início do Mundial, mas tiveram o azar de nos encontrar", afirmou o atacante Klose. "Na forma em que eu estou, não preciso me preocupar com nenhum defensor", completou.

A resposta dos "hermanos" teve os atacantes Carlos Tevez e Lionel Messi como porta-vozes. "A Alemanha vai fazer muito mais do que vem fazendo para nos vencer", disparou o jogador do Corinthians. "Se jogarmos como sabemos podemos vencer qualquer adversário", completou Messi.

Apesar de manter a confiança, o técnico argentino, José Pekerman, tem problemas para escalar a equipe titular. O treinador vai esperar até momentos antes da partida para saber se poderá contar com o volante Lucho González e o lateral-direito Nicolás Burdisso, que se recuperaram de contusão, mas estão sem ritmo de jogo. "Não há nada confirmado sobre a equipe. Falta pouco, mas ainda tenho algumas coisas a ajustar. A escalação eu definirei na sexta", disse Pekerman.

Segundo o treinador, a força do elenco é o diferencial que garante o sucesso da Argentina. "Destaco a união do grupo. A partida é disputada por todos. Os que entram em campo são uma parte que respondem a todos os de fora", revelou Pekerman, que aposta no preparo físico dos atletas. "A equipe está inteira, com muita concentração. Se durar 90 minutos ou 120, temos de estar preparados para um jogo de alto nível. Não acho que iremos aos pênaltis", finalizou.

Acompanhe o jogo pela Rádio Patriarca, via Band Sat. Às 15 horas, Itália x Ucrânia.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)