Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/01/2006 07:22

Convênios aproveitam mão-de-obra de presos de MS

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Seis convênios assinados entre a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul), prefeituras e empresas da construção civil e de nutrição possibilitam o aproveitamento da mão-de-obra de detentos para obras e limpeza públicas, produção de refeições e outros serviços. O trabalho possibilita a redução do tempo de pena do detento e também uma remuneração, que vai de ¾ do salário mínimo a R$ 300,00.

Em Campo Grande os detentos vão atuar junto da Thime Construções Ltda, trabalhando na obra da estação de tratamento do esgoto do complexo penitenciário do Jardim Noroeste, recebendo R$ 300,00. Neste convênio a prefeitura da Capital se compromete a fornecer a alimentação e firma compromisso de descontar R$ 15,00 da remuneração mensal dos detentos por preso, para custear essas refeições.

Em Ponta Porã o termo de cooperação mútua foi firmado com a prefeitura local. Os detentos atuarão na prestação de serviços administrativos e gerais, com uma carga de 6 horas diárias, fazendo limpeza de ruas, praças e marcenarias e reforma de carteiras escolares.

Já em Três Lagoas o termo foi firmado com a Health Nutrição e Serviços Ltda, que vai aproveitar a mão-de-obra para produção de refeições em espaço construído dentro do próprio presídio. Com a prefeitura de Três Lagoas foi firmado convênio para que eles prestem serviços de limpeza de praças e logradouros. Outros termos de cooperação no mesmo sentido foi firmado em São Gabriel do Oeste e em Bataguassu.

Cada convênio traz suas especificações, juntos estão contemplados presos do regime fechado, semi-aberto,aberto, além de detentos em livramento condicional, egressos e condenados a penas restritivas de liberdade. Os termos foram firmados no ano passado e publicados no Diário Oficial do Estado desta terça-feira. Hoje o sistema prisional de Mato Grosso do Sul tem 7,5 mil internos em espaços projetados para abrigar 3,6 mil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)