Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/11/2006 13:58

Contribuinte individual poderá ter alíquota menor

AgPrev

A Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, que deve ser aprovada na Câmara dos Deputados até o final do ano, vai beneficiar os trabalhadores por conta própria que não contribuem para a Previdência Social. Um dispositivo da lei permite que o trabalhador ingresse no sistema recolhendo uma alíquota mensal de 11%, em vez dos 20% que deve pagar atualmente. A regra vale apenas para recolhimentos sobre um salário mínimo. Os estudos que embasaram a proposta apontam que 3,2 milhões de brasileiros têm grande probabilidade de começar a contribuir após a redução da alíquota.

O secretário de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social, Helmut Schwarzer, explica que o objetivo não é reduzir a alíquota de quem já contribui, mas sim trazer para o sistema trabalhadores sem filiação à Previdência, contanto que tenham renda e idade para contribuir. O secretário informa que existem hoje cerca de 18,7 milhões de trabalhadores que não contribuem para a Previdência, em muitos casos, por não poderem arcar com o valor da contribuição.

Com a alíquota de 20%, quem contribui sobre um salário mínimo deve recolher R$ 70 para a Previdência, valor alto para quem ganha R$ 350. Com a redução, o recolhimento mensal passa a ser R$ 38,50. “O objetivo é que esta seja uma porta de entrada ao sistema previdenciário. Quando o trabalhador aumentar a renda, poderá contribuir sobre mais de um salário mínimo e garantir um benefício maior”, afirma Schwarzer.

De acordo com a regra, o trabalhador que optar pela alíquota reduzida não poderá se aposentar por tempo de contribuição, a não ser que complemente as contribuições posteriormente, inclusive com o pagamento de juros. Se contribuir durante todo o período sobre a alíquota de 11%, o trabalhador só terá direito à aposentadoria aos 65 anos, no caso dos homens, ou aos 60, para as mulheres. Em contrapartida, terá direito ao auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e pensão por morte. “Esta é uma grande vantagem deste modelo: há proteção para os benefícios de risco”, diz o secretário.

Schwarzer explica que o objetivo da lei é trazer para o sistema previdenciário pelo menos parte dos 18,7 milhões de trabalhadores que estão na informalidade. Estudos do Ministério da Previdência que embasaram a proposta mostram que, deste total, 3,2 milhões têm alta probabilidade de começarem a contribuir a partir da vigência da lei, 7,7 milhões têm probabilidade média e 7,8 milhões têm baixa probabilidade de aderir ao sistema.

O secretário informa que os trabalhadores que já contribuem como autônomos devem ficar atentos se pretendem migrar para a alíquota reduzida, especialmente se contribuem sobre mais de um salário mínimo. Desde 1999 mudou a fórmula de cálculo das aposentadorias e todos os períodos de contribuição a partir de julho de 1994 contam para definir o valor do benefício. “Há pessoas que ainda pensam que só os últimos três anos de contribuição são decisivos, o que é um equívoco”, alerta Schwarzer. (Pedro Rocha)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)