Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/12/2014 16:42

Contorno ferroviário proporciona tranquilidade e segurança a moradores

Campo Grande News

Os moradores de Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande, vão viver mais tranquilos a partir de hoje, após a inauguração do contorno ferroviário do município. A partir de agora, os trens não passar mais por dentro da cidade, o que trará melhorias para o trânsito, segurança e qualidade de vida de quem mora próximo aos trilhos.

O governador André Puccinelli (PMDB) inaugurou a obra ao lado do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos e da vice-governadora e eleita senadora, Simone Tebet. “A obra emblemática não é somente o contorno ferroviário, mas também a urbanização da área de servidão, com a retirada dos trilhos, igual como fizemos em Campo Grande”, disse Puccinelli, sobre a obra realizada em parceria com o governo federal.

Durante o período de obras foram retirados os trilhos da região central, o que gera mais segurança para motoristas e pedestres. Além dos novos trilhos, o trajeto conta com dois viadutos ferroviários (de 20 e 60 metros) e um rodoviário, trazendo benefícios para o trânsito.

O assessor da secretaria de infraestrutura do município, Getulio Neves da Costa, explica que agora os condutores não vão mais precisar ficar até 15 minutos parados, esperando o trem passar. "Serão muitas vantagens para o trânsito, para os pedestres que precisavam atravessar sobre os trilhos e para os moradores que não vão mais conviver com o apito dos trens", afirma.

A prefeita do município Márcia Moura, agradeceu a dedicação de Puccinelli para realizar a obra, e disse que a retirada dos trilhos permitirá a integração total da cidade.“Não vamos mais tratar Três Lagoas como do lado de lá dos trilhos e do lado de cá dos trilhos”, disse ao site Perfil News.

A vice-governadora Simone Tebet, por sua vez, destacou que o governador André Puccinelli possibilitou três grandes sonhos dos três-lagoenses: a solução com relação à água do palmito (cujo poço foi fechado pela Petrobras); o contorno ferroviário e o hospital regional. Agora, a nova linha adutora construída pela Sanesul, cujo novo poço tem vazão de 200 mil litros/hora, abastecerá o consumidor “do outro lado da linha”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)