Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/09/2009 17:53

Cônsul sai da embaixada em Honduras depois de cinco dias

Roberto Maltchik , EBR

Tegucigalpa - O ministro-conselheiro de Negócios do Brasil em Honduras, Francisco Catunda, saiu no início da tarde hoje (26) do prédio da Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, após cinco dias em que ficou sitiado depois que o presidente deposto, Manuel Zelaya, abrigou-se no local.

Segundo Catunda, “é um verdadeiro absurdo o que acontece na capital de Honduras”. “ Impuseram inúmeras dificuldades para a minha saída com a desculpa de que isso é para garantir a segurança da embaixada e do presidente deposto Manuel Zelaya, mas no fundo não é nada disso”, afirmou aos jornalistas que estão a cerca de 20 metros do prédio e impedidos de entrar pelos militares hondurenhos.

O diplomata brasileiro confirmou que ontem (25) foi lançado dentro embaixada algum tipo de substância que causou mal-estar e irritação nas pessoas, inclusive, em um funcionário brasileiro.

Catunda admitiu que é muito difícil controlar todos os movimentos dos apoiadores de Zelaya que ocupam a embaixada neste momento. Ele assegurou, no entanto, que jamais perdeu o controle, porém é inevitável que o próprio Manuel Zelaya converse pelo telefone com os políticos e integrantes da resistência ao governo golpista.

No lugar de Catunda, o representante brasileiro na Organização dos Estados Americanos (OEA), Lineu Pupo de Paula, entrou na embaixada e será o responsável pelo prédio e pelos seus ocupantes durante o fim de semana. Segundo Pupo de Paula, será feito o máximo possível para garantir a tranquilidade no local.

Os militares hondurenhos permanecem irredutíveis sobre a entrada de jornalistas brasileiros na embaixada. O comando militar alega que só autorizaria a movimentação da imprensa do Brasil caso houvesse um pedido formal do Ministério de Relações Exteriores. No entanto, por determinação do ministro Celso Amorim, não há comunicação em qualquer hipótese com o governo golpista.

Centenas de manifestantes estão agora em frente à embaixada pedindo o fim do cerco militar e a restituição de Zelaya ao poder. O presidente interino, Roberto Michelleti, no entanto, já descartou ontem (26) em entrevista à imprensa brasileira qualquer negociação que determine o retorno do presidente deposto ao poder, ou mesmo o fim do cerco à Embaixada do Brasil.



Edição: Aécio Amado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)