Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

29/04/2006 06:14

Cônsul da Bolívia ainda crê em entendimento com a EBX

Humberto Marques/Campo Grande News

Preocupado, mas com esperança de que a situação na fronteira entre Brasil e Bolívia irá melhorar. Desta forma, o cônsul da Bolívia em Campo Grande, Antônio Mariacca, definiu a forma com a qual encara a tensão social instaurada na província de German Bush – que atingem a todo o departamento boliviano de Santa Cruz. O representante da Bolívia no Estado considera que “a gente de Puerto Suárez e Quijarro estão preocupadas com o desenvolvimento, mas qualquer investimento deve seguir as regras do país. Em toda a parte do mundo é assim, inclusive no Brasil”.

Mariacca destaca que a situação não pode ser considerada uma guerra, e ainda acredita no entendimento entre governo boliviano, EBX e as autoridades brasileiras. “Temos interesses muito grandes: o Brasil precisa comprar o gás, e a Bolívia, vender. É preciso encontrar um jeito”. O cônsul ressalta que a presença da empresa – que pretendia construir uma siderúrgica em Puerto Quijarro, até ser expulsa pelo governo boliviano sob alegação de prejuízos ambientais – é interessante também ao Brasil, “já que Corumbá também receberia investimentos. Há um interesse mútuo”.

A expulsão da EBX resultou em uma série de protestos na região, com bloqueio de estradas e ferrovias e uma greve no comércio e serviços – que deve ser ampliada na próxima semana. A empresa já planeja sua retirada do território boliviano, enquanto o governo do país vizinho anunciou uma licitação para a exploração mineral em El Mutún.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)