Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/06/2004 10:02

Construtora que atrasar imóvel poderá pagar aluguel

Agência Câmara

As construtoras que atrasarem a entrega de imóveis vendidos poderão ter de pagar aluguel mensal a seus clientes até a conclusão da obra. A medida está prevista no Projeto de Lei 384/03, do deputado Maurício Rabelo (PL-TO), aprovado na última quarta-feira (9) pela Comissão de Defesa do Consumidor. O projeto altera a Lei 4591/64, que regulamenta o condomínio em edificações.
Rabelo explica que a proposta trará mais responsabilidade ao setor imobiliário e inibirá o atraso na entrega do imóvel, prática que, na sua avaliação, já se tornou comum nos últimos anos. Ele ressaltou que muitas famílias se desfazem de outros imóveis e de suas economias para adquirir a nova casa, mas acabam tendo que pagar aluguel devido ao atraso na conclusão da obra.
O relator na Comissão de Defesa do Consumidor, deputado Celso Russomanno (PPB-SP), apresentou voto favorável à aprovação da proposta. Ele adfirma a proposta resultará em benefício ao mercado imobiliário por aprimorar a relação entre compradores e construtoras.

O projeto segue, agora, para apreciação na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania. Se aprovado, será submetido a votação no Plenário da Casa.



Reportagem - Mauren Rojahn
Edição - Patricia Roedel

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)