Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/04/2004 08:51

Conselho Nacional de Saúde discute rumos para o SUS

Paulo Menna Barreto/ABr

O ministro da Saúde, Humberto Costa, quer que o "Evangelho da Saúde" seja seguido não apenas pelo ministério, mas por todos os gestores nacionais do setor no Brasil. Assim ele se refere ao Plano Nacional de Saúde, que norteará os rumos do Sistema Único de Saúde (SUS) nos próximos anos.

O Plano está sendo elaborado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) e discutido em reunião iniciada ontem. Segundo o ministro, melhorar o acesso aos serviços de saúde, a qualidade da assitência que é prestada a população, enfrentar as doenças chamadas negligenciadas – como tuberculose e hanseníase – e viabilizar o acesso da população aos medicamtentos, são metas prioritárias para os próximos anos. "Estamos implementando a farmácia popular e distribuindo mais medicamentos gratuitamente no SUS", complementa Humberto Costa.

Outros programas deverão ser implementados e um deles se refere especificamente à qualidade do atendimento. "Tentaremos enfrentar o problema das filas e da demora para conseguir simples consultas e cirurgias", destaca o ministro.

Além do Plano Nacional de Saúde, a saúde do índio brasileiro está na pauta da reunião do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que termina hoje. A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) está apresentando uma Política Nacional de Atenção à Saúde Indígena, cujo objetivo é assegurar aos povos indígenas o acesso integral à saúde.

De acordo com a Dra. Zilda Arns, coordenadora da Comissão de Saúde Indígena do Conselho, muito já foi feito. "Um grande avanço é a participação dos índios na gestão da comissão", afirma. Mas acrescenta que "ainda temos muito a fazer", lembrando que um dos grandes problemas de saúde nas comunidades indígenas é a desnutrição.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)