Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/07/2008 08:06

Conselho Monetário mantém em 4,5% meta da inflação

Stênio Ribeiro/ABr


Brasília - O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu hoje (30) que a meta de inflação para 2010 será a mesma deste ano e de 2009. Embora a inflação esteja acima do centro da meta, os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Paulo Bernardo, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, manifestaram o desejo de que a inflação convirja para o centro da meta de 4,5% até 2010, conforme ressaltou ao final da reunião o secretário de Política Econômica, Bernard Appy.

Por decisão dos conselheiros também foi mantida em 6,25% a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) para os financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no terceiro trimestre.

Os fatores determinantes para a manutenção da TJLP, de acordo com o diretor de Política Monetária do BC, Mário Torós, são a manutenção da meta de inflação em 4,5%, com intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo, e o nível médio do risco-Brasil em 175 pontos.

O CMN também aprovou proposta de decreto, a ser encaminhada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para a elevação da participação estrangeira no capital social do Banco do Brasil.

Essa participação hoje é limitada a 12,5%, e seria aumentada para 25%, uma vez que pelas regras do Novo Mercado, o BB precisa colocar pelo menos 25% de suas ações em negociação na bolsa de valores. Os estrangeiros detêm hoje 11,1% das ações negociadas do BB.

O CMN aprovou ainda cinco medidas de ajuste na área rural, como preços mínimos e ajuste de normas para o Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf).

Os números, no entanto, serão anunciados só na próxima quarta-feira (2), em Curitiba, juntamente com o Plano de Safra 2008/2009, segundo o assessor especial do Ministério da Fazenda Gilson Bitencourt.

Ele adiantou que o conselho deu mais 45 dias de prazo para as dívidas de custeio rural que venceriam amanhã (1). A maioria delas em operações do Banco do Brasil.

As dívidas referentes a investimento, que também venceriam amanhã, ganharam mais 90 dias para serem quitadas.




Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)