Cassilândia, Sexta-feira, 28 de Julho de 2017

Últimas Notícias

20/01/2006 12:51

Conselho de Ética aprova pedido de cassação de Wanderval

Agência Brasil/ Luciana Vasconcelos

O Conselho de Ética de Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados aprovou há pouco o pedido de cassação do deputado Wanderval Santos (PL-SP) por dez votos a três. Os parlamentares do Conselho seguiram a recomendação dada no parecer do relator do processo, deputado Chico Alencar (Psol-RJ).

Wanderval Santos foi processado por quebra de decoro porque seu motorista apareceu como sacador de R$ 150 mil das contas de Marcos Valério. Em sua defesa, Santos disse que o saque ocorreu a pedido do ex-deputado Carlos Rodrigues e acrescentou que não sabia da transação. Rodrigues renunciou ao mandato no ano passado, antes de ser processado.

Agora, a decisão do Conselho de Ética sobre o mandato de Wanderval Santos segue para o plenário da Câmara para nova votação, dessa vez secreta e de todos os deputados da Casa. O parlamentar do PL paulista considerou a decisão do Conselho "viciada" e prometeu recorrer do resultado na Comissão de Constituição e Justiça.

O relator do processo no Conselho não considerou as justificativas de Wanderval. Segundo ele, a maioria dos processados neste caso sempre alega que tudo aconteceu sem que eles soubessem ou a sua revelia. "Sempre foi o outro. Agora, você delegar para outro responsabilidade que é sua não tem sustentação. O Conselho está muito atento a isso e vai agir, não com espírito de vingança, mas justiça e elucidação dos fatos", destacou Chico Alencar.

A deputada Ângela Guadagnin (PT-SP) votou contra a cassação de Wanderval e defendeu uma pena alternativa. Para ela, o relator introduziu fatos que não tinham a ver com a representação. Também votaram contra a cassação Josias Quintal (PSDB-RJ) e Edmar Moreira (PFL-MG).

Os votos a favor da cassação foram de: Ann Pontes (PMDB-PA), Nelson Trad (PMDB-MS), Jairo Carneiro (PFL-BA), Moroni Torgan (PFL-CE), Antônio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), Bosco Costa (PSDB-SE), Pedro Canedo (PP-GO), Júlio Delgado (PSB-MG), Orlando Fantazzini (PT-SP) e Chico Alencar (Psol-RJ).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 28 de Julho de 2017
Quinta, 27 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 26 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)