Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

20/01/2006 12:51

Conselho de Ética aprova pedido de cassação de Wanderval

Agência Brasil/ Luciana Vasconcelos

O Conselho de Ética de Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados aprovou há pouco o pedido de cassação do deputado Wanderval Santos (PL-SP) por dez votos a três. Os parlamentares do Conselho seguiram a recomendação dada no parecer do relator do processo, deputado Chico Alencar (Psol-RJ).

Wanderval Santos foi processado por quebra de decoro porque seu motorista apareceu como sacador de R$ 150 mil das contas de Marcos Valério. Em sua defesa, Santos disse que o saque ocorreu a pedido do ex-deputado Carlos Rodrigues e acrescentou que não sabia da transação. Rodrigues renunciou ao mandato no ano passado, antes de ser processado.

Agora, a decisão do Conselho de Ética sobre o mandato de Wanderval Santos segue para o plenário da Câmara para nova votação, dessa vez secreta e de todos os deputados da Casa. O parlamentar do PL paulista considerou a decisão do Conselho "viciada" e prometeu recorrer do resultado na Comissão de Constituição e Justiça.

O relator do processo no Conselho não considerou as justificativas de Wanderval. Segundo ele, a maioria dos processados neste caso sempre alega que tudo aconteceu sem que eles soubessem ou a sua revelia. "Sempre foi o outro. Agora, você delegar para outro responsabilidade que é sua não tem sustentação. O Conselho está muito atento a isso e vai agir, não com espírito de vingança, mas justiça e elucidação dos fatos", destacou Chico Alencar.

A deputada Ângela Guadagnin (PT-SP) votou contra a cassação de Wanderval e defendeu uma pena alternativa. Para ela, o relator introduziu fatos que não tinham a ver com a representação. Também votaram contra a cassação Josias Quintal (PSDB-RJ) e Edmar Moreira (PFL-MG).

Os votos a favor da cassação foram de: Ann Pontes (PMDB-PA), Nelson Trad (PMDB-MS), Jairo Carneiro (PFL-BA), Moroni Torgan (PFL-CE), Antônio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), Bosco Costa (PSDB-SE), Pedro Canedo (PP-GO), Júlio Delgado (PSB-MG), Orlando Fantazzini (PT-SP) e Chico Alencar (Psol-RJ).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)