Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/03/2015 16:44

Conselho de energia protocola documento pedindo explicações sobre reajuste

Campo Grande News

A presidente do Concen (Conselho dos Consumidores da Enersul), Rosimeire da Costa, esteve hoje (20) na sede da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), em Brasília, e protocolou documento que pede explicações quanto ao reajuste de 27,9% referente a RTE (Revisão Tarifária Extraordinária), aplicado em 2 de março.

O conselho quer saber por que ficou definido rateio desigual de 19,9% para consumidores do Centro-Oeste, Sul e Sudeste, enquanto o Norte Nordeste pagam 3,96 %, em função da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), um dos itens que pesou no reajuste, pois já apresentava distanciamento entre os custos efetivos e a cobertura tarifária.

Segundo Rosimeire, a Aneel informou que atendeu o que está prescrito na lei para calcular o reajuste. “Descobrimos que a agência tem esse cálculo, porque o Norte e Nordeste não fazem parte do sistema integrado de energia. Alguns municípios têm sistemas isolados, assistidos com energia da Venezuela. Em Manaus, três cidades têm esse sistema isolado”, comentou.

A partir dessa informação e com a resposta da Aneel frente ao documento protocolado hoje, o conselho já pensa em fazer um estudo e apresentar aos deputados federais uma proposta para alterar a lei a fim de que a CDE seja cobrada a todas as regiões do país de maneira igualitária.

“Eles vão nos mandar a metodologia e vamos fazer um estudo. Se for o caso, vamos apresentar para nossa bancada o pedido para esse reordenamento para que a CDE seja rateada de forma mais econômica possível, entre todos que estão integrados no sistema nacional. Queremos que a lei seja revista, pois não pode o Centro Sul ficar custeando o resto, sendo que tem gente pobre em todas as regiões”, argumentou a presidente do conselho.

Reajustes - Em abril, a maioria dos municípios de Mato Grosso do Sul terá ainda o reajuste anual definido pela concessionária Energisa, referente ao aniversário da concessão. O aumento deve ficar em torno de 6 %. Em outras cinco cidades, a empresa responsável pela energia é a Elektro. Três Lagoas, Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Anaurilândia tiveram seu último reajuste, que ficou em torno 37,78%, em 27 de agosto de 2014.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)