Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/02/2007 14:25

Conheça as regras do Imposto de Renda

Os trabalhadores que em 2006 ganharam mais de R$ 14.992,33 devem fazer a declaração anual do Imposto de Renda à Receita Federal entre 1º de março e 30 de abril. Em entrevista hoje à Radiobrás, o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, recomenda que os contribuintes já podem separa a documentação sobre rendimentos e recibos de despesas para evitar erros.

Segundo ele, os casos mais comuns de incorreções nas declarações são de divergências entre os números do imposto retido na fonte, informados pelo contribuinte, e a declaração do empregador.

Este ano, o programa para declarar o imposto tem seis mudanças principais. Entre elas, a possibilidade de descontar parte dos gastos com previdência dos empregados domésticos, os campos para as doações em campanhas eleitorais e a opção de débito automático do imposto a pagar. Nesse último caso, basta ao declarante solicitar o serviço à Receita Federal e indicar o número da conta, do banco e valor da parcela, que será corrigida mês-a-mês pela taxa básica de juros.

De acordo com o supervisor Joaquim Adir, o item de débito automático foi necessário porque “há muito erro de cálculo ou de correção”, e qualquer débito, por irrisório que seja, gera retenção na malha fina, com acúmulo de processos a serem verificados pela fiscalização.

De acordo com a tabela da Receita Federal, também devem apresentar declaração quem teve receita bruta com atividade rural acima de R$ 74.961,60; quem fez operações em bolsas de valores; quem participou do quadro societário de alguma empresa (com cota mínima de R$ 1.000,00); ou, ainda, quem alienou bens imóveis com ganho de capital. Também estão obrigados a declarar quem recebeu rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40 mil ou teve patrimônio superior a R$ 80 mil.

Para quem recebeu rendimentos tributáveis de R$ 14.992,33 a R$ 29.958,88 no ano passado, a alíquota de cálculo do imposto é de 15%, com direito a deduzir R$ 2.248,87. Para os rendimentos acima dessa faixa, a alíquota sobe para 27,5% e a dedução aumenta para R$ 5.993,73. A receita lembra, ainda, que o contribuinte pode deduzir R$ 2.373,84 por dependente com gastos em educação, e não há limite para despesas com saúde.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)