Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

01/03/2005 14:49

Congresso avalia reajuste de 0,1% para servidor

Agência Câmara

O Poder Executivo apresentou ontem à Câmara projeto que reajusta os salários do funcionalismo público federal em 0,1% (PL 4825/05). Quando aprovado, o aumento passará a valer a partir de 1º de janeiro deste ano para os servidores públicos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da União, das autarquias e das fundações públicas federais. A medida é extensiva aos funcionários inativos e abrangerá um total de 1.436.940 servidores públicos federais.
Com o reajuste, o Governo terá uma despesa de R$ 72,27 milhões, que já foi incluída na Lei Orçamentária Anual de 2005.

Carreiras e benefícios
O reajuste cumpre determinação legal que estabelece uma revisão linear geral e anual para esses salários. O Governo já anunciou, no entanto, que pretende continuar negociando reajustes por categorias e benefícios como tíquete-refeição e planos de saúde. Em nota, o Ministério do Planejamento informou que os reajustes diferenciados concedidos desde 2003 variaram entre 6,25% e mais de 100%. Para este ano, o Governo pretende investir cerca de R$ 8,6 bilhões na reestruturação de carreiras, concursos e outros tipos de concessões.
O deputado Paulo Marinho (PL-MA), integrante da Comissão do Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara, defende um reajuste linear maior. "O Governo deveria pensar de forma linear, procurar não diferenciar nenhum tipo de categoria e dar um reajuste melhor que de fato atendesse às necessidades dos trabalhadores".

Previsão de contratações
A lei orçamentária deste ano prevê a contratação de 783 funcionários para o Legislativo, 18.460 pessoas para o Judiciário, 2.765 para o Ministério Público e 27.919 pessoas para o Executivo. No Executivo, a maior parte das vagas é para as áreas de Seguridade Social, Educação e Esportes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)