Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/12/2003 07:43

Confira a íntegra do programa ''Café com o Presidente''

Jorge Wamburg/Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou seu otimismo para 2004 durante o programa radiofônico "Café com o Presidente", apresentado pela Radiobrás.

Confira, a seguir, a íntegra do programa:

Luiz Monteiro (locutor): Alô amigos em todo o Brasil. Eu sou Luiz Faro Monteiro e este é o “Café com o Presidente”, um programa em que o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversa com você através do rádio, falando de assuntos importantes para o Brasil e para o seu dia a dia. Tudo bem, Presidente?

Lula: Tudo bem, Luiz.

Luiz Monteiro: Presidente, o Sr. disse recentemente que está mais feliz agora do que no final do ano passado. Explica para o nosso ouvinte o que significa essa frase. Quando o Sr. recebeu o governo, por exemplo, no ano passado, o Sr. estava pessimista, não imaginava resultados positivos como o Sr. está vendo agora?

Lula: Não é que eu não estava otimista no ano passado. É que a situação do Brasil era uma situação extremamente delicada, nós sabíamos disso e o povo brasileiro também sabia. Foi exatamente por isso que o povo votou em mim, porque o povo sabia que o Brasil estava numa situação delicada, que a economia não estava bem. E o povo votou para que nós pudéssemos mudar o Brasil. O que aconteceu é que nós tomamos posse e resolvemos consertar o Brasil. Resolvemos arrumar a casa. Eu sempre digo que nós fizemos o que uma mãe faz para o filho: nenhuma criança gosta de tomar vacina; nenhuma criança; todas elas choram na fila da vacina, choram na hora de colocar a gotinha na boca, mas a mãe vai dar. E dá por quê? Porque a mãe sabe que está garantindo o futuro do seu filho. O que nós fizemos foi isso: foi uma espécie de vacina para garantir um futuro melhor para o povo brasileiro. Então, nós tomamos medidas duras para poder dar ao povo brasileiro a certeza de que nós vamos poder colocar o Brasil no seu devido lugar, fazer com que o povo melhore a sua condição de vida, que a economia volte a crescer; vamos gerar os empregos necessários e vamos fazer política de distribuição de renda. Afinal de contas, foi pra isso que o povo me elegeu. Mas agora eu estou tranqüilo. Por que eu estou tranqüilo? Porque eu acho que todos os sinais indicam que a economia está se recuperando, os juros estão baixando, a capacidade de investimento do Estado vai aumentar, todo o governo já tem muito mais experiência porque sofremos muito nesses 12 meses iniciais. E é por isso que eu estou muito mais, mas muito mais otimista do que em qualquer outro momento da minha vida.

Luiz Monteiro: O Sr. já fez o balanço do ano de 2003. Queria que o Sr. contasse um pouquinho para os nossos ouvintes as experiências emocionantes pelas quais o Sr. passou nesse primeiro ano de governo por todo esse Brasil, presidente.

Lula: O povo brasileiro realmente é um povo fantástico porque, mesmo quando as pessoas estão desempregadas, mesmo quando as pessoas estão sem dinheiro, ou quando as pessoas não estão podendo comprar aquilo que querem, as pessoas estão acreditando que o amanhã vai ser melhor. E nós representamos essa esperança em que o povo brasileiro tanto acredita e tanto deposita a sua fé. Então, me emocionou muito chegar num lugar e as pessoas me abraçarem e falarem: “Ô, Lula, eu sei que tá difícil, mas eu tô acreditando que no que vem vai ter emprego pra mim, eu tô acreditando que no ano que vem eu vou viver um pouco melhor”. Por isso, eu desejo do fundo do meu coração, junto com a Marisa, que o povo tenha um Ano Novo muito bom, que o povo vá deitar no dia 31 sabendo que, a partir do dia 1º de janeiro, o Brasil vai ser melhor. Eu quero isso para os meus filhos, mas quero também para os filhos dos outros. Eu quero isso para mim, mas também quero para os outros. Eu aprendi uma vez que a felicidade ou a gente reparte ou a gente perde, porque não é possível a gente ser feliz sozinho.

Luiz Monteiro: Tem que ser compartilhada.

Lula: Então, eu não quero ser feliz sozinho. Eu quero que o povo brasileiro seja feliz. A minha felicidade é exatamente saber que o meu povo está feliz. Por isso, eu queria dizer para o povo brasileiro que eu estou muito esperançoso; que eu peço a Deus que me dê força, primeiro para não perder o otimismo; segundo, para cumprir os compromissos que eu tenho com o Brasil.

Luiz Monteiro: Hoje, o Sr. chegou aqui cantando para a gravação deste “Café”. O povo brasileiro queria compartilhar com o Sr. dessa felicidade. O Sr. podia cantar pra gente também um trechinho da música.

Lula: Eu não vou cantar, sabe por quê? Eu sou desafinado até para cantar o Hino Nacional. Mas essa música que eu estava cantando chama-se “Massa falida”. É uma música que marcou muito a minha vida, porque quando eu fui candidato a Deputado Federal, em 1986, eu chegava às cinco horas da manhã na porta de fábrica e colocava essa música para tocar. O povo parava para ouvir porque é uma música bonita, a letra é bonita, tem um conteúdo político importante. Eu não sei se por causa da música ou por minha causa, mas o fato é que eu fui o Deputado mais votado da história do Brasil. Mas de qualquer forma eu queria dizer a todos vocês que estão me ouvindo que Deus abençoe cada mulher, cada homem, cada criança; que Deus nos permita ter força, ter saúde para que a gente possa conquistar aquilo que nós tanto almejamos, que é melhorar a nossa vida. Portanto, feliz 2004 para todo o povo brasileiro.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)