Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

11/05/2008 10:10

Conferência: Meio Ambiente aprovou mais de 600 propostas

Luana Lourenço/ABr

Brasília - A plenária final da 3° Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA) aprovou neste sábado (10) mais de 600 propostas que irão subsidiar a formulação de políticas públicas ambientais nos próximos anos. A previsão dos organizadores da conferência é de que a votação dos destaques seja concluída até meia noite. Na edição anterior da CNMA, as discussões da plenária final avançaram pela madrugada.

Parte das propostas aprovadas será encaminhada especificamente para a elaboração do Plano e da Política Nacional de Mudanças Climáticas, prometidos pelo governo para este ano. A plenária ainda vai discutir pontos polêmicos, apresentados para votação em separado.

“Tivemos 10% de destaques, o que é um número razoável. E tem muito a ver com o foco: as propostas de educação ambiental, por exemplo, foram aprovadas quase na totalidade, porque estavam bem amadurecidas. Já a necessidade de mais discussão sobre propostas que tratam de florestas e recursos hídricos refletem debates muito freqüentes no país”, disse o coordenador nacional da conferência e secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Hamilton Pereira.

As deliberações da conferência, que teve como tema as mudanças climáticas, propostas foram discutidas e votadas em cinco grandes eixos: mitigação, adaptação, pesquisa e desenvolvimento tecnológico e educação e cidadania ambiental. Os cerca de 2.000 delegados, representantes de governos, empresários e sociedade civil, também aprovaram uma carta de responsabilidade socioambiental, com compromissos pela implementação das resoluções das conferências.

Entre as propostas aprovadas, Pereira destacou as sugestões de políticas voltadas para a necessidade de investimentos em soluções de transportes para o país, como investimentos em sistemas ferroviários e utilização do potencial aquaviário. Além de problemas urbanos, os veículos são responsáveis por grandes emissões de dióxido de carbono, um dos gases considerados causadores do aquecimento global.

Nas deliberações sobre a biodiversidade, Pereira destacou as sugestões de criação de alternativas econômicas para valorização da floresta em pé. Na avaliação do secretário do MMA, as sugestões refletem a compreensão de que os problemas ambientais da Amazônia não serão resolvidos apenas com poder de polícia.

“A qualidade das propostas aprovadas e os fatos confirmaram que a escolha do tema mudanças climáticas foi um acerto. O Brasil está interessado, discutindo as mudanças do clima, e esse fator foi altamente mobilizador do processo”, avaliou.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)