Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Março de 2017

Últimas Notícias

02/02/2004 13:22

Confederação quer caso de Maurren analisado com urgência

Agência Brasil

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) quer que a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) analise o caso da atleta Maurren Higa Maggi já na próxima reunião de seu Conselho, nos dias 27 e 28 de março em Atenas, na Grécia.

"Seja qual for a decisão da atleta, quanto a voltar ou não aos treinos normais, o esforço brasileiro é para que o Conselho da IAAF aprecie logo em março seu caso", explicou hoje o presidente da CBAt, Roberto Gesta de Melo.

Caso o Conselho homologue a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, que absolveu a atleta em 19 de janeiro último, ela estará apta a voltar às competições imediatamente. Do contrário, o caso será encaminhado, para julgamento final, à Corte de Arbitragem do Esporte, tribunal com sede na Suíça e ligado ao Comitê Olímpico Internacional (COI).

Um exame de Maurren, dona do melhor resultado do mundo em 2003 no salto em distância, com 7,06, deu positivo para a substância proibida Clostebol, em teste realizado em 14 de junho, em São Paulo. A atleta alegou que o resultado foi devido ao uso do creme cicatrizante Novaderm, utilizado após sessão de depilação. O tribunal brasileiro entendeu que a atleta não teve a intenção de obter vantagens competitivas com o uso do produto e a absolveu. A atleta está suspensa preventivamente desde 1º de agosto de 2003.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Março de 2017
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Março de 2017
21:10
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)