Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/07/2007 07:07

Condenada dupla que enforcou idosa

TJGO

O juiz Oscar de Oliveira Sá Neto, da 7ª Vara Criminal de Goiânia, condenou o professor Paulo Henrique Souza Dias e a dona de casa Taynara Bruna Pereira a 20 anos de reclusão em regime inicialmente fechado por latrocínio (ato de matar para roubar) contra a idosa Cleusa Jacinta de Jesus Souza. O crime ocorreu em 14 de novembro do ano passado, na casa da vítima, no bairro Parque Atheneu.

De acordo com o Ministério Público (MP), o assalto foi planejado por ambos. Com o intuito de praticar roubo na casa da idosa, a dupla chamou-a no portão e pediu-lhe permissão para entrar em seu quintal para pegar mangas. Tendo concordado, Cleusa facilitou o acesso e os acompanhou até o quintal, momento em que Paulo Henrique, empunhando uma faca, deu-lhe voz de assalto. Assustada, a idosa correu para dentro de casa e começou a gritar. Para dominá-la, o rapaz entregou a faca a Taynara, imobilizou Cleusa e, avistando uma extensão e dois fios elétricos, os enrolou no pescoço da vítima, asfixiando-a. Segundo laudo do Instituto Médico Legal (IML) o embate corporal e o asfixiamento provocaram as graves lesões que causaram a morte da vítima.

Depois de provocar o desfalecimento de Cleusa, a dupla passou a procurar objetos de valor em sua casa mas foi impedida por vizinhos que, tendo ouvido os gritos da vítima, começaram a chamá-la por cima do muro. Na ocasião, Paulo Henrique e Taynara fugiram do local. Acionada pela vizinhança, a Polícia Militar obteve a descrição de ambos e os localizou momentos depois, obtendo a confissão dos dois.

Apesar de terem confessado o crime logo após a prisão em flagrante, tanto Paulo Henrique quanto Taynara mudaram suas versões quando interrogados em juízo, negando assim a versão do MP. Na sentença, contudo, Oscar de Oliveira citou jurisprudência segundo a qual a confissão feita em inquérito, mesmo que negada em juízo, deve ser mantida quando as provas dos autos forem coerentes entre si apontando os réus como verdadeiros autores dos crimes. (Patrícia Papini)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)