Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/03/2016 13:27

Concurso terá 80 vagas e deve gerar economia, avalia deputado

Campo Grande News

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado estadual Zé Teixeira (DEM), afirma que o primeiro concurso da história do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul terá cerca de 80 vagas abertas, para cargos técnicos em diferentes áreas. O parlamentar ainda ressalta que a previsão é de trazer economia às finanças da casa, já que antes os salários dos comissionados não tinham o devido controle e padrão.

Teixeira explicou que as vagas serão abertas para nível médio e superior, depois do esforço do legislativo em conceder aposentadoria incentivada a funcionários, para que pudesse abrir vagas aos cargos técnicos, que a instituição precisava. "Muitos já tinham tempo, mas não idade, fizemos um programa incentivando (aposentadoria), com pagamento de indenização que deu certo e possibilitou o concurso".

Segundo o deputado, pode se chegar até a 170 aposentados neste programa, que serão substituídos por profissionais específicos para cada setor. "Além da qualificação, teremos uma economia razoável, pois agora o salário estará previsto em edital (concurso), tendo seu reajuste anual, antes não tinha este controle e padrão dos comissionados".

O democrata lembrou que no passado todos os funcionários foram indicações políticas, que seguiram carreira na instituição. "Também será uma forma de melhorar o serviço e dar mais transparência a todo o trabalho desenvolvido no local".

A Assembleia recebe no próximo dia 1° de abril, a partir das 9h, as propostas de empresas interessadas em realizar o concurso. A escolha será por pregão presencial, na modalidade menor preço, sendo esta responsável por organizar todo o certame, até apresentar o resultado final. Depois abre a próxima etapa para lançar edital aos candidatos.

"Acredito que o concurso possa ser lançado a partir do dia 10 de maio, no máximo até o começo de junho, com todas as datas e cronograma definido", disse o 1° secretário. A Assembleia inclusive pediu que representantes do MPE (Ministério Público Estadual) e OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil) acompanhem todo este processo, para dar mais lisura e credibilidade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)