Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

24/03/2016 13:27

Concurso terá 80 vagas e deve gerar economia, avalia deputado

Campo Grande News

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado estadual Zé Teixeira (DEM), afirma que o primeiro concurso da história do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul terá cerca de 80 vagas abertas, para cargos técnicos em diferentes áreas. O parlamentar ainda ressalta que a previsão é de trazer economia às finanças da casa, já que antes os salários dos comissionados não tinham o devido controle e padrão.

Teixeira explicou que as vagas serão abertas para nível médio e superior, depois do esforço do legislativo em conceder aposentadoria incentivada a funcionários, para que pudesse abrir vagas aos cargos técnicos, que a instituição precisava. "Muitos já tinham tempo, mas não idade, fizemos um programa incentivando (aposentadoria), com pagamento de indenização que deu certo e possibilitou o concurso".

Segundo o deputado, pode se chegar até a 170 aposentados neste programa, que serão substituídos por profissionais específicos para cada setor. "Além da qualificação, teremos uma economia razoável, pois agora o salário estará previsto em edital (concurso), tendo seu reajuste anual, antes não tinha este controle e padrão dos comissionados".

O democrata lembrou que no passado todos os funcionários foram indicações políticas, que seguiram carreira na instituição. "Também será uma forma de melhorar o serviço e dar mais transparência a todo o trabalho desenvolvido no local".

A Assembleia recebe no próximo dia 1° de abril, a partir das 9h, as propostas de empresas interessadas em realizar o concurso. A escolha será por pregão presencial, na modalidade menor preço, sendo esta responsável por organizar todo o certame, até apresentar o resultado final. Depois abre a próxima etapa para lançar edital aos candidatos.

"Acredito que o concurso possa ser lançado a partir do dia 10 de maio, no máximo até o começo de junho, com todas as datas e cronograma definido", disse o 1° secretário. A Assembleia inclusive pediu que representantes do MPE (Ministério Público Estadual) e OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil) acompanhem todo este processo, para dar mais lisura e credibilidade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)