Cassilândia, Terça-feira, 26 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

03/09/2017 16:00

Concessões aumentam eficiência na gestão e melhoram serviços públicos

Portal Brasil

Melhorar a oferta de serviços, elevar a arrecadação do governo, incentivar a atração de novas tecnologias e adotar modelos de gestão mais eficientes. Esses são apenas alguns dos benefícios oferecidos à sociedade quando o governo permite a concessão de bens públicos para a iniciativa privada.

Com a intenção de retomar o crescimento econômico, o governo federal anunciou a entrada de 57 novos projetos no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). São aeroportos, rodovias, portos, empresas estatais e linhas de transmissão. A expectativa de arrecadação é de R$ 44 bilhões.

"O programa tem contribuído de maneira efetiva para a economia brasileira. Isso significa a criação de novos empregos e investimentos capazes de restabelecer o desenvolvimento sustentável do País", afirmou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco.

Na concessão, a transferência do bem público para o setor privado é temporária. A empresa tem prazos definidos para operar o serviço, uma espécie de tempo de uso que pode ser renovado ou não. Há também regras para explorar o serviço, de modo a garantir que o cidadão receba um atendimento adequado a um custo justo.

Na prática, em uma concessão, o governo sai do papel de empresário e assume os ônus que realmente cabem ao poder público, que deve ter como prioridade a segurança, a educação e a saúde. Contudo, o governo também tem a função de criar ambientes para que o setor privado possa empreender, gerar empregos, pagar impostos e fazer o País crescer.

A concessão da linha 4 do Metrô de São Paulo, por exemplo, permitiu o uso de trens com sistema sem condutor – esse foi o primeiro trem do tipo na América Latina. Atualmente, esse sistema transporta mais de 700 mil passageiros por dia em vagões com ar-condicionado.

Em rodovias, as concessões também se mostraram positivas para a população, como o caso da BR-060, entre Brasília e Goiânia. A via se tornou mais segura e sinalizada, permitindo uma viagem mais rápida e sem o risco de acidentes causados por buracos e outros defeitos na estrada.

Os aeroportos concedidos para o setor privado também melhoraram a vida da população que usa o transporte aéreo. Além da maior eficiência nos serviços prestados, os aeroportos ficaram mais confortáveis e foi possível aumentar o número de voos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 25 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)