Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/04/2008 07:17

Concessão de trecho da Ferronorte em MT será assinada

24horasnews

O deputado federal Wellington Fagundes (PR-MT) informou que o termo aditivo do contrato de concessão da Ferronorte (Ferrovia Vicente Vuolo) entre os municípios de Alto Araguaia e Rondonópolis será assinado na próxima terça-feira (29), às 15h00, em ato convocado pelo ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, para o seu gabinete, na Esplanada dos Ministérios.

As obras no trecho, de aproximadamente 140 quilômetros, estão paralisadas há cinco anos em Alto Araguaia e a luta para a sua retomada tem sido alvo de ações, tanto de lideranças políticas e empresariais de Rondonópolis, quanto de Cuiabá. O termo fixa um prazo de dois anos para a conclusão da obra.

Fagundes considera o ato de grande importância para Mato Grosso, pois representa que os termos acordados no Ministério dos Transportes há menos de dois meses vão se materializando e mostrando a seriedade dos projetos do atual governo, especialmente aqueles programados dentro do PAC.

A construção do trecho da ferrovia deverá ficar sob responsabilidade de um consórcio de empresas, que poderão captar os recursos junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Segundo o deputado, a previsão é de que as obras comecem já em maio deste ano, com previsão de conclusão para 2010.

Ele lembra que a retomada das obras só foi possível após inúmeras audiências realizadas tanto em Mato Grosso como em Brasília. Algumas dessas audiências foram realizadas pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados, presidida pelo deputado federal Wellington Fagundes, que contaram inclusive com a presença da ministra chefe da Casa Civil, Dilma Roussef. Ela considerou, na época, como “absurdas” as cláusulas do contrato de concessão da Ferrovia Vicente Vuolo para a América Latina Logística e que não previam um prazo para a retomada das obras no trecho Alto Araguaia/Rondonópolis. “Na época, a ministra chegou a ameaçar romper o contrato”, lembra o parlamentar.

O ato de assinatura do termo aditivo do contrato acontece nesta terça-feira, em Brasília, às 15h00

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)