Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/04/2007 15:54

Conab aponta novo recorde na produção agrícola em MS

Marta Ferreira - Campo Grande News

Apesar da ferrugem da soja, mesmo com uma área plantada 4% menor e da constante reclamação dos produtores de descapitaliozação, Mato Grosso do Sul deve seguir o exemplo nacional e fechar a safra de Verão 2006/2007 com uma produção jamais alcançada. Levantamento divulgado hoje pela Conab Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) mostra que a safra de grãos vai gerar 8,4 milhões de toneladas de produtos, 16% a mais do que os 7,2 milhões de toneladas da colheita anterior. É um volume maior do que a previsão do levantamento anterior, divulgado em março, que apontava um resultado de 7,9 milhões de toneladas de grãos no Estado.

Se essa nova previsão da Conab se confirmar, o Estado ultrapassa o recorde de produção, alcançado na safra 2002/2003, quando as lavouras renderam 7,9 milhões de toneladas de grãos. Conforme os dados, o plantio feito em outubro e novembro para colheita até maio foi de 2,7 milhões de hectares 4% a menos que os 2,8 milhões de hectares da safra plantada no fim de 2005 e colhida no começo de 2006. A diferença é que o rendimento teve um aumento considerável: em média, cada hectare cultiva deve, nesta temporada de plantio, gerar 3 mil quilos de grãos, contra 2548 do plantio anterior, ou seja, 21% a mais.

Os dados da Conab revelam que a soja continua como o principal produto nas lavouras de Verão. Devem sair das lavouras, nesta safra, 5 milhões de toneladas da oleaginosa. É um resultado que também configura um recorde. A maior produção, anteriormente, havia sido registrada na temporada de Verão 2002/2003, com 4,7 milhões de toneladas do grão. Em relação à colheita de 205/2006, o resultado previsto para este ano significa um aumento de 16% na produção.

Em termos de crescimento percentual, o algodão pode ser considerado a vedete desta safra. Em Mato Grosso do Sul, o cultivo ampliou-se em 45%, passando de 30 mil hectares para 43,5 mil hectares, uma alta de 45%, destaque no País. A produção esperada é de 157 mil toneladas, 45% a mais que no ciclo anterior.

Para o milho, produto que está bem cotado no mercado internacional, a Conab apontou crescimento da área plantada de 102 mil hectares para 104 mil hectares e uma expectativa de que sejam colhidas 570 mil toneladas, cerca de 9,6% a mais que o resultado anterior.

Brasil- No País, a Conab também aponta uma safra recorde, de 131,6 milhões de toneladas de grãos. Esse desempenho previsto supera em 6,4% (7,9 milhões/t) o recorde histórico da safra brasileira ocorrido em 2002/03, quando a produção foi de 123,2 milhões de toneladas. É também 8,6% maior que a safra passada, de 120,8 milhões de toneladas, e 2,7% que a última pesquisa realizada em março, de 127,7 milhões de toneladas. A soja, o milho e o algodão são as culturas que continuam impulsionando esse crescimento também no âmbito nacional.

Somadas, a soja e o milho, com novos recordes, representam 83,1% da produção total de grãos. A soja, com 58 milhões de toneladas, supera em 8,5% a produção da safra de 2005/06, que foi de 53,4 milhões de toneladas. O milho deve ficar em 51,1 milhões de toneladas, ou 7,8% a mais que o colhido no ciclo 2002/2003, de 47,4 milhões de toneladast. A estimativa para o algodão em caroço é de 2,2 milhões toneladast ou 32,9% a mais que a safra passada, de 1,7 milhão de toneladas. .

A área total cultivada no País ocupa 46 milhões de hectares, menor 2,9% em relação ao último período, fechado em 47,3 milhões de ha Além da soja, milho e algodão, o levantamento considera as lavouras de feijão, arroz, trigo, amendoim, aveia, centeio, cevada, girassol, sorgo, mamona e triticale.

O estudo foi realizado por um grupo de 71 técnicos da Conab, que estiveram em campo no período de 19 a 23 de março. Eles entrevistaram agricultores, representantes de cooperativas rurais e de órgãos públicos e privados das principais regiões produtoras.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)