Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/12/2015 21:05

Comunidade constrói Delegacia de Polícia, liderada pelo Ministério Público

MP/GO
Comunidade constrói Delegacia de Polícia, liderada pelo Ministério Público

“Satisfação e gratidão. Estes são os dois sentimentos que tenho ao participar da inauguração da Delegacia de Polícia de Itajá”. Estas palavras foram a síntese do promotor de Justiça André Luís Ribeiro Duarte sobre a inauguração da unidade da Polícia Civil no município, realizada ontem (10/12). A satisfação, segundo explicou, é por ver um sonho realizado, um projeto concluído; já a gratidão é ao apoio e à contribuição de inúmeras pessoas e instituições para a conclusão da obra, na qual não foi empregada diretamente nenhuma verba pública.

A obra, que possui 320 metros quadrados e na qual foram gastos cerca de R$ 230 mil, incluindo o mobiliário, foi totalmente construída pela comunidade, no período de um ano e meio. Administrada pelo Conselho Comunitário de Segurança de Defesa Social (Conseg), a construção contou com a doação de pessoas físicas e jurídicas, recursos advindos de transações penais, e a articulação dos poderes públicos. Além disso, os prefeitos e vereadores dos municípios de Itajá, Aporé e Lagoa Santa apoiaram a construção, por meio da autorização para a utilização de maquinário e mão de obra. Trabalharam ainda na obra 17 reeducandos de Itajá, que terão direito ao benefício da redução da pena.

O Poder Judiciário também deu total apoio à iniciativa. No entanto, segundo destacou o juiz da comarca, Adenito Francisco Mariano Júnior, apesar de todos terem ajudado na construção, se o promotor André Luís não estivesse à frente, o projeto não seria realizado.
Conforme asseverou o promotor, não é, de fato, uma obrigação de um promotor de Justiça construir uma delegacia, mas é, sim, o dever de um membro do MP fiscalizar a lei e garantir os direitos da população. “É preciso acreditar que a gente pode. Quando a sociedade se empodera em prol de um objetivo, ninguém segura, porque o poder emana do povo!”, afirmou.

Em relação à estrutura da Polícia Civil em Itajá, ele apontou que o município chegou a contar permanentemente apenas com um escrivão. Diante desta situação, o promotor buscou diálogo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e propôs a construção comunitária da unidade, e que o governo do Estado providenciasse um efetivo composto por um delegado, um escrivão e dois agentes.

Esta negociação foi detalhada pelo presidente do Conseg, Alcides Júnior, que destacou a importância de uma melhor estruturação da Polícia Civil no município, o qual está localizado na fronteira com Mato Grosso do Sul, no extremo Sudoeste goiano, com a ocorrência de crimes como tráfico de drogas, de veículos e de mercadorias. Ele igualmente destacou a importância da atuação do promotor. “Por meio de sua ajuda e do Ministério Público, entendemos o que é empoderamento social”, reforçou. Os prefeitos de Itajá, Luciano Leão; Aporé, Ailton da Pena, e de Lagoa Santa, Advair Macedo, municípios que serão beneficiados com a construção da unidade de polícia, apontaram os benefícios da estruturação da Polícia Civil.

(Texto: Cristina Rosa – foto: João Sérgio / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)