Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/03/2006 11:44

Computador do extrato do caseiro já está na CEF

Carolina Pimentel/ABr

Auditores da Caixa Econômica Federal (CEF) entregaram ontem (24) à Polícia Federal, após às 22 horas, o computador utilizado para retirar o extrato bancário do caseiro Francenildo Santos Costa. Segundo a assessoria da PF, o computador está lacrado e só será aberto e terá os dados analisados a partir de segunda-feira.

Depois de afirmar que a máquina não estava mais em Brasília, a CEF informou à PF que a entregaria. Em nota divulgada no início da noite, o banco público informa que o acesso à conta do cliente "foi um ato isolado, acontecendo fora de suas agências". E que foi colocado um técnico "à disposição para informar e esclarecer aos peritos da Polícia Federal e à autoridade responsável os procedimentos adotados para a identificação dos envolvidos".

De acordo com a nota "um dos empregados que acessou a máquina encontrava-se em São Paulo, portando o seu computador portátil (notebook)". O equipamento foi requisitado pela comissão de apuração da Caixa e entregue a uma unidade de autoria da instituição em São Paulo, "lacrado e enviado, sob guarda de auditor, para Brasília".

O nome dos funcionários identificados como responsáveis pela retirada dos extratos não foi divulgado pela Polícia Federal, para preservar o direito à privacidade.

De acordo com o advogado do caseiro, Wlício do Nascimento, o extrato da conta de Francenildo foi retirado na noite do dia 16, quando o caseiro estava na sede da Polícia Federal fazendo a inscrição no programa de proteção a testemunhas. Nascimento disse que, na ocasião, o caseiro entregou o cartão bancário à Polícia Federal, embora não tenha informado a senha e o código de letras necessário para acesso à conta.

Em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos, na semana passada – suspenso antes da conclusão por liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) –, Francenildo confirmou que viu o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, "dez ou 20 vezes", na casa alugada em Brasília por Vladimir Poleto. Investigado por tráfico de influência no governo, Poleto foi assessor de Palocci na prefeitura de Ribeirão Preto (SP).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)