Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

07/08/2008 11:36

Compras do Paraguai só serão declaradas acima da cota

Renato Lima/Campo Grande News

A Receita Federal teve que mudar as regras na declaração de compras de produtos do Paraguai por causa do excesso de turistas que formavam filas na sede da instituição.

Em Ponta Porã, fronteira com Pedro Juan Caballero, somente no último fim de semana mais de 1,5 mil pessoas passaram pela Receita para legalizar as compras feitas no país vizinho.

O Sistema Inteligente vai facilitar a vida de quem comprar mercadorias dentro da cota, de 300 dólares. Ao invés de enfrentar a fila para conseguir o carimbo da receita, o turista precisará apenas entregar o formulário no balcão. Não é mais preciso discriminar a mercadoria.

Porém, para quem estiver acima da cota a rotina permanece a mesma, além de detalhar os produtos comprados, apresentando a nota fiscal, o turista terá que pagar imposto sobre o valor ultrapassado da cota.

“A nova regra deve reduzir em pelo menos uma hora o tempo de espera na fila", comenta Ricardo Augusto de Sousa Franco, auditor fiscal da Receita Federal de Ponta Porã.

Antes, o tempo de espera na fila passava de duas horas, o que gerou muita reclamação dos turistas. Com o novo procedimento os turistas não enfrentaram problemas, quem passou pela receita no ultimo fim de semana foi atendido em menos de cinco minutos.

De acordo com dados da Câmara de Comércio do Paraguai este mês o fluxo de turistas aumentou em cerca de 100% em relação ao mesmo período do ano passado. (Com informações de Elisângela Marques)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)