Cassilândia, Terça-feira, 25 de Abril de 2017

Últimas Notícias

26/05/2014 10:54

Como ser mais feliz e se relacionar melhor com os outros?

Orlando Oda

A grande maioria dos problemas de convívio diário tem origem na nossa maneira errada de se relacionar com pessoas: familiares, colegas de trabalho, chefes, vizinhos, concorrentes, etc. Brigamos e ficamos irritados com os procedimentos das pessoas. O que é necessário para sermos mais harmoniosos e felizes?

As pessoas chatas são geralmente pessoas que tem em sua cabeça regra rígida do certo e do bem e criticam abertamente as atitudes das pessoas que não seguem a regra. O ser humano para ser feliz é necessário “ser livre”. Porém, as pessoas se amarram a regras criadas por elas próprias, ficam presas e infelizes.

Enquadram mais neste universo as pessoas “boas” e pessoas “inteligentes”. Pessoas “boas” porque tem regras bem definidas de condutas. Pessoas “inteligentes” porque veem demais os defeitos dos outros. Por essas razões ambas criticam mentalmente as atitudes de pessoas e tem dificuldade de viver harmoniosamente.

A inadequação manifesta-se como ponto de vista fixo, “tem que ser assim”, “tem que ser desta ou daquela maneira”, etc. A menor distância entre dois pontos não é uma linha reta. É só do ponto de vista da percepção do nosso olho. Ainda não aprendemos que tudo é relativo. Tudo depende do ponto de vista, onde está situado o observador.

Oscar Niemeyer dizia que “não é a linha reta, dura e inflexível, feita pelo homem, que me atrai. O que me chama a atenção é a curva livre e sensual. A curva que encontro nas montanhas do meu país, nas margens dos seus rios, nas nuvens do céu e nas ondas do mar. O universo está cheio de curvas, um universo de Einstein”.

O ser humano que segue uma linha reta, dura e inflexível comporta-se como um trem. O trem se acidenta porque só sabe andar em linha reta. Pessoas que seguem linhas rígidas atritam constantemente com outras pessoas. A nossa forma de agir também deve ser como universo de Einstein: cheio de curvas para não entrar em choque.

No livro “A Verdade da Vida”, o Prof Massaharu Taniguchi afirma que “para prosperarmos, para vivermos sem atrito é necessário que haja três adequações. Precisamos viver em harmonia realizando coisas adequadas à nossa pessoa, à hora e ao lugar. Os passarinhos cantam felizes no céu e os grilos cricrilam felizes sob os capins. É inútil tentar fazer os grilos cantarem no céu”.

O que define se um determinado fato é um bem ou um mal é a tríplice adequação à pessoa, à hora e ao local. Dependendo da adequação a um desses três elementos, o bem pode se transformar em mal, ou mal, em bem. Não existe uma regra definida para o bem e o mal. Exemplos: trajar de acordo com o lugar, a pessoa e momento, falar alto ou baixo, mentir ou não mentir, ser dócil ou rigoroso, dar ou não dar esmola, etc.

Normalmente condena-se a mentira, mas quando um médico examina um paciente e verifica que este está muito mal, muitas vezes diz a ele que logo ficará bom a fim de deixá-lo mais animado. Se estabelecendo regra que não deve mentir, o médico falar a verdade ao paciente. “Creio que você não sairá desta”, o paciente se desanimará e ficará mais doente ainda e acabará morrendo.

Portanto o certo e o errado mudam de acordo com a adequação à pessoa, à hora e ao local. Para ser feliz na vida pessoal e profissional é preciso estar ciente dessas três adequações e não criticar arbitrariamente as atitudes dos familiares, clientes e dos colegas de trabalho, mantendo sempre um relacionamento harmonioso.

O segredo para viver feliz, sem desarmonizar com as pessoas é saber agir de acordo com a pessoa, a hora e ao lugar. Não ficar preso a um só ponto de vista, procurar ver as partes certas e boas de outras pessoas. Sentar no lugar do outro, aceitar as eventuais falhas. Quer ser feliz ou ter a razão? Eu optaria em ser feliz.

Orlando Oda é administrador de empresas, mestrado em administração financeira pela FGV e presidente do Grupo AfixCode.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 25 de Abril de 2017
Segunda, 24 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 23 de Abril de 2017
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)