Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/05/2016 09:41

Como saber se uma criança tem a língua presa

Cintia Ferreira, assessoria

Praticamente todo mundo já conheceu um caso. A criança vai falar e ao invés de dizer "que engraçado", diz "que engaçado", ou então "amaglelo" ao invés de "amarelo". A língua presa é um problema que afeta uma em cada cinco crianças, segundo estimativas dos especialistas. Além da dificuldade em falar alguns fonemas com t, d, z, s, n e l, o distúrbio pode atrapalhar o processo de amamentação, comprometer a mastigação e até a socialização, na fase escolar. Causada pelo encurtamento do freio lingual, membrana que fica embaixo da língua, pode ter origem congênita, ser causada por uso de chupetas, mamadeiras ou hábito de chupar o dedo. Nesses casos, a língua não chega ao céu da boca, movimento essencial para deglutição e fala.

"A mãe deve ficar atenta a problemas de sucção e amamentação, e, depois, na fala. Também deve observar quando a membrana está muito próxima da ponta da língua - que pode aparecer bifurcada ou em forma de coração. Esses sinais podem indicar língua presa", explica a fonoaudióloga do Hospital CEMA, Thaís Palazzi. Desde 2014, hospitais e maternidades são obrigados a fazer o Teste da Linguinha, que serve justamente para verificar a ocorrência do problema. No entanto, é sempre bom observar a criança, principalmente quando ela começa a falar.

Há duas formas de tratamento: intervenção cirúrgica ou exercícios fonoaudiológicos. "A avaliação deve ser sempre feita pelo médico, pois a forma de tratamento vai depender do comprometimento na deglutição e fala", detalha a fonoaudióloga. Outra dica importante: a criança que troca muito as letras ou tem dificuldade para falar certas palavras deve ser encaminhada para um especialista, caso contrário ela vai "acostumar" a falar dessa forma e depois, na vida adulta, dificilmente vai conseguir corrigir o problema de modo completo. Como em outros casos, a correção do problema na infância é sempre mais efetiva.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)