Cassilândia, Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

07/11/2003 07:50

Comissão quer propor meia entrada para todo jovem

Agência Câmara

A Comissão Especial de Políticas para a Juventude vai propor que o jovem, mesmo não sendo estudante, tenha direito a preços reduzidos nas entradas em atividades culturais. A proposta está definida no relatório preliminar da subrelatoria para Educação e Cultura, apresentado ontem (06), à comissão.

Atualmente, apenas o estudante tem direito à meia entrada, por meio de carteira fornecida por entidades estudantis. O relator do grupo, deputado Vignatti (PT-SC), diz que essa vinculação à carteira de estudante exclui muitos jovens do direito ao acesso à cultura. Esse é o argumento que a comissão vai apresentar ao movimento estudantil, que, segundo o deputado Vignatti, tem resistência à proposta. "A sustentação prioritária do movimento estudantil se dá através da carteira. Tem que haver outra forma de sustentação e garantir para todo mundo, não só para quem está vinculado a uma entidade estudantil".

O presidente da Comissão Especial para a Juventude, deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), sustenta que a medida vai beneficiar principalmente o jovem carente, que não tem acesso à cultura e ao lazer. "A meia entrada já seria um grande ganho. Permitiria que a juventude carente, mais pobre, das favelas das regiões metropolitanas, pudesse ter acesso à programação cultural”.

O relatório sobre Cultura propõe também que os meios de comunicação mantenham "espaços ou horários especiais voltados à realidade social do jovem, com finalidade informativa, educativa, artística e cultural".

A proposta institui ainda o Dia Nacional da Juventude, a ser comemorado a cada ano na data da promulgação da nova lei. Além do "acesso aos locais e eventos culturais, mediante preços reduzidos, em âmbito nacional".

Entre as propostas sobre Educação, o subrelatório propõe que, nas diferentes instâncias do Poder, a gestão da área tenha um representante dos jovens, indicado pelas "agremiações juvenis", sendo que, sua participação, com assento e voto, se dará para a elaboração dos planos setoriais, do Orçamento, do Plano Plurianual, nas esferas federal, estadual e municipal, em todos os órgãos consultivos da área educacional.
O grupo sobre Educação e Cultura foi coordenado o deputado Lobbe Neto (PSDB-SP).

Os subrelatórios sobre Desporto e Lazer e sobre Trabalho também foram apresentados à Comissão Especial para a Juventude.
O relatório do Grupo de Trabalho sobre Desporto e Lazer diz que a Comissão tem o desafio de garantir verbas para o Desporto, não só no Orçamento, mas a partir de novas fontes, como incentivos fiscais. Uma das recomendações é a criação nos orçamentos do Ministério do Esporte, de mecanismos de proteção contra o contingenciamento.

O grupo propõe também a realização de campanha para doação a projetos esportivos-sociais, por parte do contribuinte, ao Fundo Nacional da Criança e do Adolescente; e a adoção de lei de incentivo fiscal para o esporte, com critérios "que evitem a centralização de recursos em determinadas regiões".

O relatório recomenda ainda a realização de diagnóstico e estudos estatísticos oficiais sobre educação física e desportos no Brasil.
O grupo teve como relator o deputado Marcelo Guimarães Filho (PFL-BA) e, como coordenador, o deputado Deley (PV-RJ).

O relatório do deputado Júnior Betão (PPS-AC) para a área de Trabalho recomenda a inclusão no projeto a ser elaborado pela comissão do capítulo "Do direito à profissionalização e ao trabalho".

Entre as propostas, está a garantia de bolsa-trabalho para o jovem entre 15 e 29 anos e formação profissional ao jovem maior de 15 anos que "cumpra medidas socioeducativas".
O grupo quer também que seja assegurado ao jovem que mora na zona rural, "formação profissional visando à organização da produção no campo, na perspectiva de seu desenvolvimento sustentável" e propõe ainda que "os programas públicos de emprego e renda terão como população prioritária o jovem à procura do primeiro emprego".

O grupo sobre Trabalho foi o coordenado pelo deputado Clóvis Fecury (PFL-MA).
Os deputados poderão apresentar sugestões às propostas até o dia 26. No dia 27, a comissão se reúne para debater todos os relatórios temáticos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Setembro de 2020
Segunda, 21 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)