Cassilândia, Sexta-feira, 28 de Julho de 2017

Últimas Notícias

06/07/2017 10:40

Comissão mista conclui votação da MP que reonera a folha de pagamento

Agência Brasil

 

A comissão mista do Congresso Nacional concluiu ontem  (5) a votação dos destaques apresentados à Medida Provisória (MP) 774/17, que reonera a folha de pagamento das empresas ao retirar benefícios fiscais de vários setores da economia. A MP terá agora que ser votada pelo plenário da Câmara e depois pelo Senado, para ser encaminhada à sanção presidencial. A proposta chega à Câmara trancando a pauta de votações na próxima semana,

O objetivo da medida provisória é aumentar a arrecadação do governo federal, e com isso acabar com um dos pontos da política tributária do governo da ex-presidente Dilma Rousseff, conhecida como desoneração tributária, que substituía a contribuição social sobre a folha de pagamento das empresas por uma contribuição previdenciária baseada na receita bruta.

A MP foi alterada em vários pontos, entre eles, o que adia a vigência das desonerações para 1º de janeiro do ano que vem. Inicialmente, a vigência seria em 1º de julho último. Apesar da aprovação, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prevê dificuldade na tramitação. “Eu já disse ao ministro [da Fazenda, Henrique] Meirelles que era uma matéria muito difícil, foi difícil com a ex-presidente Dilma. Esse texto novamente vai ter dificuldade no plenário”, disse. 

A MP original estabelecia a volta da cobrança da contribuição previdenciária patronal de 20% sobre a folha, com exceção de alguns setores da economia nos quais era mantida a regra da desoneração. Dentre os setores estavam os de transportes de passageiros, construção civil e comunicação. No entanto, a comissão ampliou o benefício a outros setores, como transportes de cargas, máquinas e equipamentos industriais e agropecuários e fabricantes de ônibus e carrocerias de ônibus.

O relator da MP, senador Airton Sandoval (PMDB-SP), já havia incluído no seu parecer a possibilidade de empresas de tecnologia da informação, projetos de circuitos integrados, couro, calçado, confecção e vestuário e de estratégicas de defesa, manterem as regras da desoneração, no primeiro passo para esvaziamento da MP.

Alegação de desemprego

De acordo com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a proposta é polêmica, pois visa a aumentar a arrecadação, mas alega que pode causar desempregos. “Alguns setores, assim que ela for sancionada, vão ter que demitir para reajustar os seus custos. Então a gente tem que avaliar com cuidado o que foi aprovado”, disse.

Maia afirmou que, como a crise econômica “ainda existe”, a preocupação deve ser com os reflexos da medida, no momento em que a economia dá sinais de recuperação. “A crise ainda existe, é profunda, e tudo que a gente não pode é, por mais que isso possa gerar algum tipo de arrecadação, gerar também desemprego. Gerando desemprego, também prejudica a atividade econômica, já que para de circular dinheiro das pessoas”, afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 28 de Julho de 2017
Quinta, 27 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 26 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)