Cassilândia, Domingo, 24 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

18/04/2017 11:30

Comissão examina projeto que fixa valor da gorjeta em 10%

Agência Senado

 

Em reunião na quarta-feira (19), a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) deve votar o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 80/2013, que estabelece um valor mínimo de 10% para as gorjetas calculadas sobre o valor pago pelo cliente ao estabelecimento comercial. O texto também determina que esse valor seja rateado entre os empregados que trabalham no mesmo horário.

A proposta tramita em conjunto com o Projeto de Lei do Senado (PLS) 543/2011, que regulamenta o exercício das profissões de maitre e garçom. O parecer do senador José Pimentel (PT-CE), no entanto, é pela aprovação do PLC 80/2013, e pela rejeição do projeto do Senado, por considera-lo restritivo ao ingresso de pessoas no mercado de trabalho. Ambas as proposições são de autoria do senador Ciro Nogueira (PP-PI), sendo que a primeira foi apresentada quando o parlamentar ainda era deputado federal.

O PLC 80/2013 (ou PL 6558/2009, na Casa de origem) estabelece que a gorjeta, cujo valor será de pelo menos 10% das despesas efetuadas, constitui a importância espontaneamente dada pelo cliente ao empregado, e o valor cobrado pela empresa, como serviço ou adicional, destinado à distribuição aos empregados. A forma do rateio da verba será determinada por convenção ou acordo coletivo.

Estabilidade à empregada adotante

A Comissão de Assuntos Sociais deverá analisar ainda o PLS 796/2015 – Complementar, que estende a estabilidade provisória de até cinco meses no emprego às empregadas adotantes ou que venham a obter a guarda judicial para fins de adoção. De autoria do senador Roberto Rocha (PSB-MA), o projeto tem parecer favorável da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), que preside a CAS.

Marta assegura que a proposição avança no reconhecimento da igualdade de tratamento entre filhos biológicos e adotivos. A senadora observa ainda que o projeto harmoniza-se com a concessão da licença-maternidade e do salário-maternidade, já garantidos em lei.

Gerontólogo

Também deverá ser analisado pela comissão, em decisão terminativa, o substitutivo do senador Elmano Férrer (PTB-PI) ao PLS 334/2013, do senador Paulo Paim (PT-RS), que regulamenta a profissão de gerontólogo, já aprovado na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

De acordo com o substitutivo, as atividades de gerontólogo serão exercidas pelo portador de diploma de Bacharel em Gerontologia em curso reconhecido na forma da lei, e pelos diplomados em curso similar no exterior, após a revalidação e registro do diploma nos órgãos competentes, bem como aos que tenham este exercício amparado por convênios internacionais de intercâmbio.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 24 de Setembro de 2017
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)