Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

31/10/2005 17:46

Comissão é contra exclusividade de médico de cooperativa

Agência Câmara

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal aprovou na última quarta-feira (26) o Projeto de Lei 3649/04, do deputado Paulo Lima (PMDB-SP), que proíbe as cooperativas de trabalho de exigir exclusividade dos médicos que atuam nessas entidades.
A proposta altera a Lei das Sociedades Cooperativas (Lei 5.764/71). O objetivo é ampliar o campo de trabalho do médico, possibilitando seu ingresso em uma organização de atuação cooperativista sem cercear seu direito de ter uma atividade independente.
O relator, deputado Dr. Ribamar Alves (PSB-MA), diz, em seu parecer pela aprovação, não ver incompatibilidade entre o trabalho executado pelo médico dentro de uma organização cooperativista e dentro de outro tipo de organização, seja privada ou governamental. "Em termos do desempenho profissional, o duplo vínculo não é fator que, por si só, traga algum prejuízo para a qualidade do atendimento", afirma o relator.

Dupla militância
Alves acrescenta que a lei que define a política nacional do cooperativismo não veda a dupla militância do profissional médico, mas esse tipo de restrição pode ocorrer se estiver contemplada no estatuto específico da cooperativa. "Essa restrição estatutária que impede a vinculação do médico a outras organizações médicas representa uma afronta ao princípio constitucional do livre exercício profissional", sustenta o relator. A limitação do campo de atuação profissional médico, segundo ele, é imposta sem qualquer contrapartida benéfica à sociedade.

Tramitação
Sujeito à análise conclusiva , o projeto segue para as Comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Reportagem - Luiz Claudio Pinheiro
Edição - Sandra Crespo

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Fevereiro de 2017
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)