Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/03/2005 09:20

Comissão de deputados investiga casos de mortes em MS

Érica Santana e Juliana Borre/ABr

A Comissão Externa da Câmara dos Deputados, que investiga a morte de crianças indígenas por desnutrição em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, chegou ontem a Dourados (MS) para avaliar a situação na região. Para a relatora da Comissão, Perpétua Almeida (PC do B-AC), o problema das mortes é cultural. "Algumas doenças, eles nem sequer admitem que sejam tratadas por brancos, porque eles acham que esse é um problema para ser resolvido pelos índios. Às vezes, a criança toma soro e o problema não é resolvido; outras vezes, a criança morre e eles acham que a culpa é do soro. Em outros casos, isso vai se difundindo por conta da cultura deles e muitos pais nem sequer permitem que as crianças sejam internadas ou mesmo que elas continuem no hospital, e as retiram de lá a qualquer custo."

A Comissão ficará em Dourados até hoje à noite. Na programação, estão incluídas visitas a hospitais de atendimento à população indígena e às aldeias Bororó e Jaguapirú, além de conversas com lideranças indígenas, reunião com membros do Conselho Local de Distrital de Saúde Indígena, além de encontros com representantes das universidades dos dois estados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)