Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/06/2008 16:38

Comissão da Câmara Federal aprova novo Sisbov

A Comissão de Agricultura da Câmara Federal aprovou, por unanimidade, a criação de um novo Sisbov (sistema de rastreamento do gado bovino) do país. O projeto de lei será enviado à Mesa Diretora da Câmara e, segundo acordo dos parlamentares com a Presidência da Casa, deve ser votado diretamente em plenário em regime de urgência, sem passar pela análise das demais comissões.

Na prática, o projeto de apenas oito artigos acaba com o atual sistema (Sisbov), criado pelo Ministério da Agricultura. E simplifica as regras de rastreamento do gado. Pelo texto, a identificação do animal será feita de forma permanente com marcas a fogo, tatuagens ou chips eletrônicos.

"Essa farra de brincos está proibida", diz o relator do projeto, Abelardo Lupion (DEM-PR). Para garantir a questão sanitária, segundo o deputado, serão suficientes a atual GTA (guia de trânsito animal) e inscrição no SIF (Serviço de Inspeção Federal).

"Se o governo quiser fazer o Sisbov, é problema dele. Mas será facultativo. Vai subir preço para quem aderir, mas isso é uma questão entre privados". Além disso, será obrigatória a emissão de nota fiscal, agora permitida diretamente aos pecuaristas, sem intermediação de secretarias estaduais. Há necessidade de manter os documentos por cinco anos.

"O governo não pode mais impor um Sisbov. A não ser que pague por isso com dinheiro do orçamento", afirma o deputado.

A proposta permite a constituição de bancos de dados das marcas permanentes por municípios. Lupion afirma que a marca de nascimento, única, será feita na perna esquerda do animal. No lado direito, poderão ser marcados até 9 números de proprietários distintos. "Fizemos uma coisa simples, pé no chão e factível. Tudo isso já é costume, já é feito pelos pecuaristas", diz.

Participaram do grupo que elaborou a norma os pecuaristas (ABCZ, CNA e SRB), trabalhadores (Contag), certificadoras e frigoríficos. A nova lei exige também a adoção de sistema similar para quem exportar para o Brasil.






Jorge Franco com informações da Agência Câmara

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)