Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/12/2004 13:16

Comissão aprova relatório geral do orçamento de 2005

Bruno Bochini e Marcos Chagas / ABr

O relatório geral da proposta orçamentária da União para 2005 foi aprovado na Comissão Mista de Orçamento. Somente as bancadas do PSDB e do PFL tiveram orientação de seus líderes para votar contra a proposta. A votação dos destaques, no entanto, segue indefinida.

Caso algum destaque seja aprovado, o texto do relatório geral do senador Romero Jucá (PMDB-RR) terá de ser novamente alterado. Os parlamentares tentam chegar a um acordo para que os 1.200 destaques sejam recusados em bloco. Somente após a votação de todos os destaques, o texto do orçamento poderá ser encaminhado para votação no plenário do Congresso.

As discussões da proposta orçamentária para 2005 foram encerradas na madrugada desta quarta-feira e retomadas pela manhã. Durante toda terça-feira, o presidente da comissão e o relator geral tentaram negociar um acordo para votar a matéria na comissão. As bancadas de todos os estados foram ouvidas e mudanças foram feitas no relatório de Romero Jucá.

Por volta de meia-noite, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, telefonou para Brasília para discordar do mecanismo de transferência de R$ 5,2 bilhões, como compensação das perdas que os estados exportadores têm por conta da isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), decorrente da Lei Kandir.

Alckmin queria um mecanismo automático para o repasse desses recursos. O presidente da comissão, Paulo Bernardo, intermediou uma conversa do governador com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci.

Pelo acordo, os estados exportadores receberão já nos meses de março, abril e maio de 2005, parcelas mensais de R$ 500 milhões desses recursos. Mesmo com o acordo fechado, Alckmin pretende conversar com os outros 14 governadores que recebem os recursos da Lei Kandir para tomar uma posição única antes da votação do orçamento pelo plenário do Congresso Nacional.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)