Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020

Últimas Notícias

17/08/2019 13:00

Comissão aprova regras de tratamento menos formais no serviço público

Agência Câmara Notícias

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou nesta quarta-feira (14) projeto (PL 4/2019) que determina que os ocupantes de cargos públicos não devem exigir dos cidadãos, nas comunicações escritas ou orais, o uso de pronomes de tratamento excessivamente formais, que exprimam hierarquia, privilégio, distinção ou grau de formação, como vossa excelência.

A proposta alcança todos os ocupantes de cargos públicos relevantes, como presidente da República, ministros, juízes, parlamentares, governadores e militares de alta patente.

O texto torna ainda oficial o uso da forma de tratamento “senhor” ou “senhora” nas comunicações com agentes públicos. “Você” e “tu” também serão admitidos nas comunicações oficiais.

Excesso de formalidade

A proposta foi apresentada pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP) e recebeu um substitutivo do relator, deputado Tiago Mitraud (NOVO-MG). O texto original apenas dispensa uso de “vossa excelência” para detentores de cargos públicos.

O objetivo do projeto é acabar com o excesso de formalidade nas comunicações oficiais e simplificar o tratamento protocolar. “Quem ocupa cargo público está a serviço da população e o tratamento protocolar exagerado usado atualmente coloca os servidores do Estado em nível de superioridade em relação ao cidadão comum”, disse Mitraud. “O que se deve exigir são simplesmente o respeito e a urbanidade necessários ao convívio social.”

De acordo com o texto aprovado, as novas regras de tratamento não serão exigidas apenas das comunicações realizadas entre os agentes públicos e as autoridades estrangeiras ou de organismos internacionais, para evitar eventuais problemas diplomáticos.

Manuais

O relator disse que as formas atuais de tratamento protocolar estão previstas apenas em manuais de redação dos órgãos públicos. A Câmara dos Deputados, por exemplo, possui uma versão própria, assim como a presidência da República.

Tramitação

O projeto será analisado agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois seguirá para o Plenário da Câmara.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Janeiro de 2020
Domingo, 26 de Janeiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Sábado, 25 de Janeiro de 2020
10:00
Receita do Dia
Sexta, 24 de Janeiro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)