Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/05/2004 16:07

Comissão aprova novas isenções filantrópicas

Agência Câmara

As entidades filantrópicas poderão ser liberadas de pagar os 10% do FGTS devidos pelo empregador em caso de despedida sem justa causa e também ficar isentas da contribuição de 0,5% sobre a remuneração devida a cada trabalhador, para efeito de atualização do Fundo.
É o que estabelece o Projeto de Lei Complementar 104/03, do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG), aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público na última quarta-feira.

Nível de emprego
Em seu parecer favorável, o relator, Daniel Almeida (PCdoB-BA), afirma que qualquer aumento de encargos sociais incidentes sobre a folha salarial tende a produzir impactos negativos sobre o nível de emprego. "A isenção estimulará a manutenção ou até mesmo a ampliação dos empregos nessas instituições", prevê o relator.
O projeto beneficia as entidades sem fins lucrativos inscritas no Conselho Nacional de Assistência Social e reconhecidas como de utilidade federal. A atual legislação já dispensa alguns setores do pagamento dessas contribuições. O empregador doméstico, por exemplo, é isento nas duas modalidades. Estão isentos apenas da segunda contribuição as microempresas com faturamento anual inferior a R$ 1,2 milhão e os empregadores rurais com receita bruta anual inferior a este valor.

Antes de ser encaminhada ao Plenário, a matéria será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)