Cassilândia, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

Últimas Notícias

10/08/2017 17:00

Comissão aprova MP que parcela dívidas previdenciárias de estados e municípios

Agência Câmara

A comissão mista que analisa a Medida Provisória 778/17, que prevê o parcelamento da dívida previdenciária de estados e municípios, aprovou nesta quarta-feira (9) o parecer do relator, senador Raimundo Lira (PMDB-PB).

O texto aprovado permite que os débitos sejam quitados mediante o pagamento à vista e em espécie de 2,4% do valor total da dívida consolidada, sem reduções, em até seis parcelas iguais e sucessivas, vencíveis entre julho e dezembro de 2017. Ou ainda mediante o pagamento do restante da dívida consolidada em até 194 parcelas, vencíveis a partir de janeiro de 2018, com as seguintes reduções: 40% das multas de mora, de ofício e isoladas e dos encargos legais; 25% dos honorários advocatícios; e 80% dos juros de mora.

Os pedidos de parcelamento deverão ser formalizados até 31 de outubro de 2017. Ficará vedada, a partir da adesão, qualquer retenção referente a débitos de parcelamentos anteriores incluídos nos parcelamentos de que trata a matéria. Ao ser protocolado pelo ente federativo o pedido de parcelamento, fica suspensa, a partir do deferimento do pedido, a exigibilidade dos débitos incluídos nos parcelamentos perante a Fazenda Nacional.

Rejeição de emendas
Em seu relatório, Raimundo Lira rejeitou emendas prevendo a correção dos recursos pela Selic e autorizando os fundos próprios de Previdência Social a efetuar empréstimos a servidores e aposentados. Na votação do relatório na comissão mista, também foram rejeitados três destaques apresentados à matéria.

“Como já houve adesão de 1.800 municípios de uma previsão de 2 mil, a Receita vai ter que revisar valores de todos os que já fizeram adesão. Há resistência do governo, mas mantive abatimento de 40%, aumentou o desconto da multa de mora [que era de 25%]. Conseguimos trazer mais de R$ 2 bilhões, que são créditos dos estados e municípios que não eram pagos há 18 anos. Conseguimos em um amplo processo de negociação para o pagamento dessas dívidas, que são créditos para prefeituras e estados”, afirmou Raimundo Lira.

A MP ainda será votada nos Plenários da Câmara e do Senado.

Saiba mais sobre a tramitação de MPs

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:
MPV-778/2017

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 18 de Janeiro de 2018
Quarta, 17 de Janeiro de 2018
21:07
Loteria
21:05
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)