Cassilândia, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

04/09/2017 16:00

Comissão aprova incluir vegetação preservada na indenização de terra

Agência Câmara

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou proposta que obriga o governo a incluir o valor da vegetação nativa e pagamento por serviços ambientais ao proprietário no cálculo da indenização a ser paga ao dono de terra expropriada para a reforma agrária.

O texto aprovado é o substitutivo do deputado Nilto Tatto (PT-SP) ao Projeto de Lei 8212/14, apresentado pelo deputado André de Paula (PSD-PE). A proposta original foi alterada para uma redação mais clara que leve em conta toda a vegetação preservada.

A proposta altera a lei que autoriza a desapropriação, para reforma agrária, de terras que não cumpram a sua função social (Lei 8629/93). A lei atual prevê a indenização do proprietário que perderá a posse da terra, e o valor recebido levará em conta a localização, aptidão agrícola, dimensão, área ocupada e benfeitorias.

Judicialização
Ao incluir a vegetação preservada como outro critério para o cálculo das benfeitorias, o deputado espera pacificar uma questão já levada à Justiça. “A possibilidade de indenização da cobertura vegetal nativa no processo de desapropriação de um imóvel para fins de reforma agrária tem sido objeto de grandes controvérsias em âmbito doutrinário e jurisprudencial. Dessa forma, é momento de previsão da questão em lei, evitando a judicialização e o aumento dos conflitos”, disse.

Nilto Tatto defende que computar a vegetação nativa no valor do imóvel expropriado é mais um estímulo para que se preserve a natureza e se cumpram as disposições normativas pertinentes.

Tramitação
A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:
PL-8212/2014

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 25 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)