Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

22/11/2003 08:32

Começa terça votação decisiva da reforma da Previdência

Agência Senado

A reforma da Previdência terá nesta semana sua mais importante votação no Senado, agora já no Plenário. Até o momento, a reforma não recebeu qualquer mudança, prevalecendo o texto que saiu da Câmara dos Deputados e, caso continue assim, as mudanças no sistema previdenciário do país poderão ser promulgadas possivelmente ainda na primeira quinzena de dezembro. A votação deve começar na terça (25) e pode se prolongar até quarta (26).

A votação desta semana será a primeira de Plenário (são necessárias duas) e é decisiva porque dificilmente será modificada na segunda votação, a qual deve ocorrer na primeira semana de dezembro. Só nesta primeira votação é possível ocorrer mudanças de conteúdo, com a aprovação de emendas ao texto principal.

Os partidos de oposição (PFL e PSDB) e o independente PDT anunciaram que pretendem apresentar dezenas de requerimentos durante a votação, tentando aprovar emendas que modifiquem a proposta original. Para aprovar a reforma, o governo precisa de 49 votos dos 81 senadores. No caso de emendas, são os seus autores que necessitam de 49 votos para impor as alterações.

Para evitar que a reforma tenha de voltar ao exame dos deputados, os governistas apresentaram o que passou a ser chamado de “emenda paralela” da Previdência, a qual contém as alterações que o governo aceitou fazer à reforma, no Senado. A alternativa, no entanto, não tem o apoio dos oposicionistas, que querem fazer as mudanças no texto original, e não numa emenda constitucional “paralela”. Esta, se aprovada pelos senadores, terá depois de ser submetida aos deputados.

Pelo regimento, os senadores poderão apresentar nesta terça requerimentos para votação de forma separada qualquer uma das 224 emendas apresentadas em Plenário há cerca de um mês e rejeitadas na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), por recomendação do relator da matéria, senador Tião Viana. Outras 112 emendas de Plenário não foram rejeitadas pelo relator, mas transferidas para uma segunda “emenda paralela” que ele pretende propor aos senadores - regimentalmente ele não podia repassar essas emendas para a primeira “emenda paralela”, mas as duas deverão ser juntadas mais tarde.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 24 de Setembro de 2020
14:18
Luto
Quarta, 23 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)